23:13 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    415
    Nos siga no

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (30) que a taxa desemprego no Brasil caiu para 12% no trimestre encerrado em junho.

    As avaliações anteriores da PNAD contínua, também trimestrais, tiveram um pico de 12,7% em março. Com a queda para 12%, o desemprego voltou ao patamar de janeiro. Em comparação com 2018, a queda foi de 0,4%. No total, o IBGE calcula que há 12,8 milhões de desempregados no Brasil atualmente.

    A taxa de subutilização se manteve estável e foi a 24,8%, ante os 25% do mês anterior. O número de pessoa com carteira assinada subiu 0,9% em relação ao trimestre anterior. A subutilização corresponde ao número de pessoas que não trabalharam ou gostariam de ter trabalhado mais no período. A taxa de 25% foi um recorde histórico.

    Já a subocupação - pessoas que gostariam de trabalhar mais horas - bateu recorde de 7,4 milhões, com a variação mais expressiva do levantamento - alta de 8,7% em relação ao trimestre anterior.

    Assim como a subutilização, também subiu de forma inédita o número de trabalhadores por conta própria, os autônomos. Segundo o IBGE, são 24,1 milhões de brasileiros nessa condição, uma alta de 1,6% frente ao trimestre anterior.

    Mais:

    Desemprego aumenta e atinge 13,4 milhões de brasileiros
    Desemprego cai em 6 meses se reformas forem aprovadas, diz economista
    Chega a 13,2 milhões o número de desempregados no Brasil, diz IBGE
    Celso Amorim: militares se aliaram a Bolsonaro pelo poder, mas vivem mal-estar no governo
    Tags:
    IBGE, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar