13:45 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participa de audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

    Moro 'banca o chefe de quadrilha', diz OAB à jornal

    © Foto / Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    23396
    Nos siga no

    Para o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, atua como "chefe de quadrilha" e utiliza o cargo para fins pessoais.

    "[Moro] usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas", disse Cruz à Folha de S. Paulo

    A OAB defendeu o afastamento de Moro do cargo de ministro quando o The Intercept Brasil começou a divulgar mensagens do ex-juiz e de membros da Lava Jato. 

    "Muitos disseram que a OAB foi açodada quando sugeriu o afastamento do ministro, exata e exclusivamente para a preservação das investigações", afirma Cruz.

    A fala do presidente da OAB ocorre após Moro telefonar para pessoas que teriam sido vítimas das ações de hackers presos pela Polícia Federal. 

    O ministro ligou para o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Moro teria afirmado que as conversas obtidas pelos invasores seriam destruídas.

    A destruição das conversas, contudo, é questionada.

    Marco Aurélio Mello, do STF, disse à Folha de S. Paulo que apenas o Judiciário pode determinar o destino das mensagens e que provas não podem ser destruídas.

    Mais:

    Fala de Bolsonaro sobre desmatamento é um 'absurdo', diz pesquisador do INPE
    Lavrov não acredita que Bolsonaro reconsidere sua posição em favor da manutenção dos BRICS
    Celular de Bolsonaro também foi alvo de suspeitos presos, diz Ministério da Justiça
    Economista avalia decisão de Bolsonaro de liberar recursos do FGTS
    Tags:
    Sergio Moro, OAB
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar