11:54 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Crime cibernético de hackers

    Procuradora-geral da República confirma ter sido vítima de ataque hacker

    CC0 / Pixabay
    Brasil
    URL curta
    242
    Nos siga no

    O presidente do Senado também confirmou ter sido vítima de hackers, que atacaram celulares de outras autoridades.

    A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, confirmou nesta quinta-feira que o seu telefone funcional sofreu uma tentativa de ataque de hacker, em maio, informou Agência Brasil.

    Os hackers não conseguiram capturar nenhuma informação, assegurou a autoridade. Segundo o Ministério da Justiça, o presidente Jair Bolsonaro também foi alvo da ação.

    PGR abriu um procedimento interno para apuração de ataques aos celulares de integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba e no Rio de Janeiro que confirmou o ocorrido.

    PGR descobriu que os ataques não deram certo porque o aparelho funcional usado por Raquel Dodge estava com o serviço de caixa postal desativado.

    A PGR determinou a troca de linhas telefônicas e o uso de um sistema interno de mensagens eletrônica mais seguro.

    O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, se manifestou nas redes sociais também sobre ter sido vítima do mesmo crime.

    "Recebi a informação de que meu aparelho de celular teria sofrido tentativa de hackeamento. Embora tranquilo, pois não tenho nada a esconder, manifesto minha indignação com a invasão de minha privacidade", disse o presidente do Senado.

    De acordo com a PF, os quatro presos, sob a acusação de invasão do celular de Moro, também teriam roubado dados de mil vítimas, entre elas, diversas autoridades do Legislativo, Judiciário e do Executivo.

    Mais:

    PF preservará mensagens apreendidas com supostos hackers
    Nova ameaça permite que hackers manipulem dados de usuários do WhatsApp
    Polícia Federal prende suspeitos de invasão de celular de Moro
    Tags:
    Procuradoria-Geral da República (PGR), PGR, celular, ataque hacker, hacker, Raquel Dodge
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar