03:02 27 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    24176
    Nos siga no

    A final da Copa América contou com presença do presidente do Brasil, que decidiu participar da entrega de medalhas aos ganhadores. Vídeos de vaias começaram a surgir na web, fazendo com que apoiadores de Jair Bolsonaro tentassem mostrar outro lado.

    A Seleção Brasileira levou sua nona taça ao derrotar o Peru na final da Copa América, que aconteceu no Maracanã, no Rio de Janeiro, no último domingo (7).

    O estádio estava lotado, e contou com a participação do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e do ministro da Economia, Paulo Guedes, que sentaram juntos para acompanhar cada passe de bola.

    A partida que acabou com melhor resultado de 3 a 1 para a Seleção Brasileira, teve direito à comitiva presidencial na entrega das medalhas aos campeões.

    Bolsonaro não perdeu a chance de publicar cada momento da partida, deixando escapar em um vídeo um escorrego de emoção ao lado de Sergio Moro.

    ​A diversão para o presidente foi garantida.

    ​E teve até a Seleção Brasileira gritando "Mito" em vídeo segurando a taça.

    ​O que Jair Bolsonaro não publicou foi a sua entrada no campo, rodeada por vaias estrondosas.

    ​Notícias começaram a surgir sobre as vaias, e sobre a insatisfação do ministro da Economia com a situação, o que fez com que os apoiadores de Bolsonaro tentassem mostrar outro lado da moeda, postando vídeos.

    ​Não se sabe se o vídeo foi filmado no último domingo (7) depois da final da Copa América.

    Internautas chegaram a postar vídeos sobre vaias contra Dilma Rousseff em outra ocasião, e imagens de Lula na cadeia, comparando onde o ex-presidente e o atual estão.

    A hashtag #BolsonaroNoMaraca já contava com mais de 5 mil tweets até a publicação desta matéria, entrando para os assuntos mais comentados de hoje no Twitter.

    Guilherme Boulos se pronunciou quanto ao acontecido no último domingo, afirmando que "o clima está virando".

    ​Vale destacar que há quem acredite que os vídeos gravados indicam que o treinador Tite como o jogador Marquinhos "ignoraram" Bolsonaro enquanto recebiam medalhas de campeões.

    ​E Marquinhos passando direto.

    ​A "indiferença" de Marquinhos fez com que o próprio Bolsonaro publicasse um vídeo cumprimentando com o jogador.

    A vitória na Copa América trouxe a nona taça do Brasil, que ganhou anteriormente a competição de futebol em 2007.

    Mais:

    Bolsonaro até 2026? Presidente fala em reeleição durante evento em Brasília
    Apoiando trabalho infantil, Bolsonaro é retrucado por brasileiros impacientes
    Bolsonaro rebate críticas de líderes europeus sobre política ambiental brasileira
    Tags:
    Twitter, Seleção Brasileira, copa américa, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar