00:17 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participa de audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

    Procurador do MPF confirma veracidade de mensagens sobre Moro, diz jornal

    © Foto / Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    26308
    Nos siga no

    O jornal Correio Braziliense publicou na noite do sábado (29) ter ouvido um procurador do Ministério Público Federal que confirmou veracidade de mensagens vazadas pelo The Intercept Brasil.

    Segundo a publicação, o procurador disse ao jornal que se recorda dos diálogos vazados, mas que o grupo do Telegram onde as conversam aconteciam não existe mais.

    Ele disse que se lembra das conversas em torno do resultado das eleições e também sobre a expectativa sobre a ida do ex-juiz Sergio Moro para o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública.

    O procurador do MPF também apontou que conseguiu recuperar parte do conteúdo das conversas. Ele ressaltou, porém, que só pode atestar a veracidade dessa publicação mais recente, publicada pelo The Intercept Brasil na sexta-feira (28).

    As mensagens mostram um grupo de procuradores tecendo críticas a Moro, afirmando que ele trabalhava fora das regras e que era tolerado devido aos resultados alcançados. Os textos publicados também mostram apreensão dos procuradores em torno da ida de Moro para o governo de Jair Bolsonaro com medo de que isso pudesse diminuir a credibilidade da Operação Lava Jato. Alguns procuradores foram a público e afirmaram que não atestam a veracidade das conversas.

    Mais:

    No Senado, Moro diz que promessa de vaga no STF é 'uma fantasia'
    Dodge se manifesta contra Lula no STF e questiona vazamento de mensagens atribuídas a Moro
    Alcolumbre diz que Moro estaria 'cassado ou preso' se fosse parlamentar
    Sergio Moro perderá o cargo de ministro e será severamente punido, prevê Greenwald
    Tags:
    Jair Bolsonaro, Sergio Moro, Ministério Público Federal, The Intercept, Correio Braziliense
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar