04:39 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Obras da Usina nuclear de Angra 3

    Rússia pode ajudar Brasil a desenvolver instalações atômicas, diz embaixador em Moscou

    © Foto: Agência Brasil/Divulgação PAC
    Brasil
    URL curta
    15354

    A Rússia é um dos poucos países que podem ajudar o Brasil no desenvolvimento de instalações nucleares para o uso pacífico da energia atômica, disse o embaixador brasileiro em Moscou, Tovar da Silva Nunes, à Sputnik.

    "Sabemos que a Rússia está entre os poucos países que podem oferecer tecnologias brasileiras, cooperação e investimento na indústria atômica. Exploraremos essa oportunidade como parte do plano brasileiro de expandir as instalações de produção de energia do setor para uso pacífico", comentou Silva Nunes.

    O acordo de cooperação entre os dois países no campo da energia atômica foi assinado em 1994. Em 2017, a empresa estatal russa de energia atômica Rosatom assinou um memorando de entendimento com as empresas brasileiras Eletrobrás e Eletronuclear sobre o desenvolvimento da cooperação.

    O embaixador brasileiro também afirmou que os dois países mantêm um diálogo importante sobre a cooperação agrícola, notando o sucesso da Rússia em diminuir a dependência das importações agrícolas.

    Segundo o diplomata, o Brasil fará de tudo para fortalecer a posição da associação durante o período em que Brasília ocupa a atual presidência do BRICS. Ele lembrou que a próxima cúpula dos BRICS acontecerá no país de 12 a 14 de novembro.

    Mais:

    Sem preconceitos: por que Brasil deveria apostar na energia nuclear?
    Brasil seria temido por Rússia e China se tivesse bomba nuclear, diz filho de Bolsonaro
    Brasil ter bomba nuclear é 'desprovido de lógica conceitual', diz especialista
    Tags:
    diplomacia, BRICS, cooperação, energia atômica, energia nuclear, usinas nucleares, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar