08:06 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados durante reunião do colegiado destinada a votar o parecer do relator Marcelo Freitas sobre a reforma da Previdência.

    Reforma da Previdência muda, economia diminui e chance de aprovação aumenta

    © Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    317

    As mudanças apresentadas na reforma da Previdência diminuíram a possível economia prevista na proposta do governo de presidente Jair Bolsonaro (PSL), de até R$ 1,2 trilhão, para cerca de R$ 915 milhões na próxima década.

    O novo formato é fruto de negociações entre as lideranças na Câmara dos Deputados e estão sendo apresentados pelo relator da reforma, o deputado Samuel Moreira (PSDB), nesta quinta-feira (13), na comissão especial da Câmara.

    A negociação serve como uma forma de contornar as dificuldades encontradas dentro da Câmara para negociar votos em prol da reforma, que conseguiu apoio dos governadores recentemente.

    O governo Bolsonaro pretende manter esforços para não desidratar demais a reforma. Porém, já afirmou que aceitará alterações para garantir que a reforma seja aprovada.

    Entre as mudanças apresentadas estão também a retirada da aposentadoria compulsória como punição para juízes, a exclusão de policiais civis da reforma.

    A partir do acordo costurado entre as lideranças, a expectativa é de que aumentou as chances de aprovação da reforma previdenciária.

    Mais:

    Em ato pró-Bolsonaro no Rio, pautas vão desde a nova Previdência até o fechamento do STF
    Especialista diz que Centrão precisa cair na real para aprovar reforma da Previdência
    Governo pode liberar R$ 30 bi do FGTS, mas só se aprovar reforma da Previdência
    Bolsonaro declara não ter votos para aprovar reforma da Previdência
    Tags:
    Câmara dos Deputados, reforma da previdência, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar