20:59 15 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Congresso Mundial de Câmaras  reúne Câmaras de Comércio e investidores de várias partes do mundo no Rio de Janeiro. Na foto, estão o governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (3º da esquerda para a direita) e também o prefeito do Rio de Janeiro, Marcel Crivella (3º da direita para a esquerda).

    Crivella e Witzel promovem Rio em Congresso econômico com Rússia e China (VÍDEO)

    © Prefeitura do Rio / Paulo Sérgio
    Brasil
    URL curta
    461

    Nesta quarta-feira (12), o prefeito da cidade do Rio de Janeiro e o governador do estado marcaram presença em um evento que reuniu câmaras de comércio de diversos países interessados em fazer negócios localmente.

    O Congresso Mundial das Câmaras de Comércio reúne a cada dois anos, desde 1999, câmaras de comércio do mundo inteiro com o objetivo de conectar lideranças no mundo dos negócios.

    Entre os principais convidados do evento estavam representantes da Rússia, assim como os chineses da Câmara Internacional de Comércio da Nova Rota da Seda.

    O evento foi sediado na Barra da Tijuca, bairro de elite na zona oeste da capital fluminense.

    Crivella quer 10 mil câmeras de reconhecimento facial no Rio

    O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, falou aos presentes sobre parcerias e investimentos, revelando projetos para a cidade.

    Segundo ele, a prefeitura busca investimentos para a implementação de 10 mil câmeras de reconhecimento facial, 5 mil pontos de wi-fi. Ele citou também um projeto de Parceria Público Privada (PPP) para a substituição de 450 mil lâmpadas de iluminação pública por lâmpadas de LED.

    "Nós precisamos de pessoas para investir, pessoas importantes, para trabalhar juntos conosco", disse, em inglês, aos presentes.

    Além disso, Crivella citou planos para a construção do autódromo de Deodoro para sediar eventos da Fórmula 1.

    Witzel anuncia privatização do Porto do Rio

    O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também marcou presença no evento, e anunciou conversas para a privatização do Porto da cidade do Rio de Janeiro.

    Witzel revelou que teve um encontro com na terça-feira (11) com o atual ministro da Infraestrutura, Tacísio Gomes de Freitas.

    "Um importante avanço para que possamos melhorar o desempenho deste Porto, que é tão
    importante para o Brasil e para o Estado do Rio de Janeiro", disse o governador, enaltecendo a cidade como berço da indústria naval, criativa e também de petróleo e gás.

    O governador ainda afirmou aos investidores que esperar diversas oportunidades de negócios nos próximos anos devido aos leilões do Pré-Sal na região. Segundo ele, o governo aguarda mais de US$ 250 bilhões em investimentos.

    A produção decorrente da exploração da Bacia de Campos, segundo ele, é uma oportunidade de reativação dos estaleiros da região.

    "Vamos revolucionar o segmento e o estado do Rio de Janeiro, transformando o nosso estado em protagonista na transição energética mundial", disse Witzel.

    O Congresso Mundial das Câmaras de Comércio tem dezenas de representantes comerciais e investidores do mundo inteiro e termina na sexta-feira (14).

    Mais:

    Tesoureiros do partido de Bolsonaro têm sigilo quebrado no Rio
    Militares que fuzilaram carro de músico no Rio são liberados
    Militares soltos pelo STM serão afastados de operações no Rio
    Em ato pró-Bolsonaro no Rio, pautas vão desde a nova Previdência até o fechamento do STF
    Tags:
    Nova Rota da Seda, Nova Rota da Seda, China, Rússia, Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, Wilson Witzel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar