23:32 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
     Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão para votação da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro

    Vice-líder do governo defende deportação de jornalista e fechamento de agência de notícias

    Wilson Dias/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    632241

    O vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, Carlos Jordy (PSL-RJ), defendeu em seu Twitter a deportação do jornalista Glenn Greenwald e o fechamento da agência de notícias The Intercept, responsável pela publicação de conversas do ministro Sergio Moro.

    Segundo Jordy, o Intercept é parcial e Greenwald é "amigo do Lula". 

    Junto com as mensagens, o deputado do PSL publicou hashtags que defendem o fechamento do Intercept e a deportação de Greenwald, que é natural dos Estados Unidos, mas mora no Brasil e é casado com o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ). 

    Em entrevista à Sputnik Brasil, Jordy afirmou que "a liberdade de imprensa não pode estar acima da legalidade e da ordem pública."

    Já sobre a deportação de Greenwald, o vice-líder do governo afirma que ela deve ser feita porque o jornalista cometeu um crime.

    Ministro da Justiça, Sergio Moro, discursa na Secretaria de Estado de Segurança Pública, Brasília, 19 de fevereiro de 2019
    © AFP 2019 / Sérgio Lima

    Jordy não acredita que sua posição seja autoritária e um ataque à liberdade de imprensa.

    No domingo, o The Intercept publicou conversas do então juiz Sergio Moro e membros da força-tarefa da Lava Jato como o procurador Deltan Dallagnol. As conversas mostram uma possível atuação conjunta de Moro e a discussão de estratégias para barrar uma entrevista do ex-presidente Lula.

    Mais:

    Bolsonaro ainda não apresentou plano para o Brasil, dizem presidentes da Câmara e do Senado
    Moro discutiu cargo em governo Bolsonaro com Lava Jato, diz jornalista que vazou conversas
    Bolsonaro vai conversar pessoalmente com Moro sobre vazamentos, diz porta-voz
    Moro é condecorado por Bolsonaro em evento da Marinha
    Tags:
    Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar