07:11 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Helicóptero pousa em um local para resgatar um corpo que foi encontrado na lama depois do rompimento de uma barragem perto do município de Brumadinho, Brasil, 26 de janeiro de 2019

    Brumadinho: Geólogo da Vale assume que não tinha conhecimento para atestar barragem

    © AP Photo / Leo Correa
    Brasil
    URL curta
    Mar de lama varre Brumadinho após explosão de barragem (56)
    502
    Nos siga no

    O geólogo da Vale, César Augusto Grandchamp assumiu em depoimento à CPI da Assembleia Legislativa de Minas Gerais que não possuía conhecimentos técnicos para atestar a segurança da barragem que se rompeu em Brumadinho no mês de janeiro. Desastre deixou 245 mortos. 25 pessoas continuam desaparecidas.

    "Eu, como geólogo, não tenho especialidade em barragens. Eu não sou geotécnico em barragens e muito menos especialista na questão de liquefação. Então, eu confio e confiei plenamente na avaliação que foi feita por especialistas da Tüd Süd e pelas equipes da geotecnia corporativa e da geotecnia operacional da Vale", disse Grandchamp conforme citado pela Agência Brasil. 

    Ainda de acordo com o veículo, o laudo de estabilidade é uma exigência para a continuidade de operações em qualquer barragem e sua renovação periódica é obrigatória por lei. O trabalho teria sido conduzido pela consultoria alemã Tüv Süd e o atestado de segurança da estrutura foi emitido em junho de 2018 trazendo as assinaturas do engenheiro Makoto Namba, pela Tüv Süd, e a de Grandchamp, pela Vale.

    Os dois fazem parte da lista de 13 pessoas investigadas pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Segundo a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, o avanço nas investigações já torna possível indiciá-los por homicídio com dolo eventual, aquele em que se assume o risco de matar.

    Em nota, a Vale informou que o laudo de estabilidade foi elaborado "por uma empresa de auditoria externa sob a supervisão de uma equipe de geotécnicos da Vale capacitada para fazer esse trabalho". A empresa não comentou diretamente a declaração de Grandchamp sobre ser incapacitado para avaliar os resultados encontrados pela Tüv Süd.

    Tema:
    Mar de lama varre Brumadinho após explosão de barragem (56)
    Tags:
    Tüv Süd, Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Agência Brasil, Vale, César Augusto Grandchamp, Makoto Namba, Brumadinho, Minas Gerais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar