05:12 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Oficiais da Polícia Federal escoltam carro do candidato Jair Bolsonaro (PSL-RJ) durante segundo turno das eleições presidenciais brasileiras, Rio de Janeiro, 28 de outubro de 2018

    Milhões urgentes para compra de blindados para famílias Bolsonaro e Mourão geram polêmica

    © AFP 2019 / Mauro Pimentel
    Brasil
    URL curta
    Pablo Rodrigues
    22422

    O Palácio do Planalto pretende gastar R$ 7,1 milhões na compra de carros blindados para familiares do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e do vice-presidente, Hamilton Mourão. Considerada urgente, a medida não está entrando na cabeça de internautas pela economia do governo em apenas algumas esferas.

    Trata-se de 39 carros, e todos devem ser blindados.

    Chegando a custar R$ 270 mil por carro, na lista de compras entram os modelos Audi A6, Ford Fusion, Honda Accord ou "superiores". Detalhe, todos devem ter suportes para armas de luxo, pneus à prova de bala e equipamentos de varredura e monitoramento, de acordo com o portal Época.

    Com mais de seis mil tweets até a publicação desta matéria, o assunto "Bolsonaro e Mourão" é um dos mais comentados desta sexta-feira (24) no Twitter.

    "Mas não tá faltando dinheiro?", indaga internauta, adicionando um meme clássico.

    ​Como será que eleitores de Bolsonaro estão recebendo essa notícia?

    ​Internauta relembra "liberação" de fuzil, que quase se tornou lei.

    ​Vale destacar que 82% da soma autorizada em 2019 (R$ 23 milhões de R$ 29 milhões) para o programa Caminho da Escola, destinado a renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares no país, foram bloqueados pelo governo Bolsonaro.

    ​O gasto de milhões com carros de luxo é elogiado por internauta que defende a iniciativa do presidente por ele precisar de um blindado na hora de "lutar contra o sistema imundo que vivemos".

    ​A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) ironizou a "nova política" de Bolsonaro.

    Mais:

    Bolsonaro vê rejeição ao seu governo ultrapassar aprovação, revela pesquisa
    Novo decreto de armas assinado por Bolsonaro continua inconstitucional, afirma promotor
    Bolsonaro volta atrás: civis não podem adquirir fuzis
    Tags:
    Twitter, Palácio do Planalto, carro blindado, Antonio Hamilton Mourão, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar