02:39 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Beth Carvalho

    'Madrinha do samba' Beth Carvalho morre aos 72 anos

    Fernando Frazão/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    431
    Nos siga no

    A sambista foi internada no dia 8 de janeiro e morreu de infecção generalizada, segundo seu empresário. Beth Carvalho, com mais de 50 anos de carreira, também lançou e produziu grandes artistas do gênero e é um dos mais importantes nomes da música Brasileira.

    A cantora e compositora Beth Carvalho morreu, aos 72 anos, no final da tarde desta terça-feira, no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro, informou Agência Brasil. A cantora estava internada desde janeiro deste ano. O hospital não divulgou a causa da morte da artista, mas seu empresário comentou com os jornalistas que a artista apresentou quadro de infecção generalizada.

    Beth Carvalho construiu uma carreira de sucesso de mais de 50 anos, lançou dezenas de discos e produziu estrelas da grandeza de Zeca Pagodinho, que chamava Beth de madrinha, Arlindo Cruz, Almir Guineto, Jorge Aragão, entre outros.

    Beth Carvalho sofria de um problema de coluna há vários anos, causa de fortes dores. A página oficial da artista nas redes sociais divulgou o seguinte texto:

    "Queridos amigos e fãs, nossa querida Beth Carvalho partiu hoje as 17h33, cercada do amor de seus familiares e amigos. Agradecemos todas as manifestações de carinho e solidariedade nesse momento. Beth deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro. Seu talento nos presenteou com a revelação de inúmeros compositores e artistas que estão aí na estrada do sucesso. Começando com o sucesso arrebatador de 'Andança', até chegar a Marte com 'Coisinha do Pai', Beth traçou uma trajetória vitoriosa laureada por vários prêmios, inclusive um Grammy pelo conjunto da obra. Assim que possível, informaremos sobre o sepultamento".

    O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, publicou uma nota lamentando a morte de Beth Carvalho, assim como o prefeito do Rio, Marcelo Crivella. 

    A Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, em sua página em uma rede social, também lamentou a morte da artista.

    "Com muita tristeza no coração informamos a toda nação verde e rosa que nossa madrinha, Beth Carvalho, nos deixou essa tarde e foi para o andar de cima levar sua alegria junto aos mangueirenses Cartola, Nelson Cavaquinho, Carlos Cachaça, Jamelão entre outros bambas do samba. Um dos mais importantes nomes do samba e voz que cantava com alma as cores de nosso pavilhão, Beth nos deixou esse belo registro, no aniversário de 90 anos da sua amada Estação Primeira de Mangueira, no Palácio do Samba. Obrigado Madrinha!!".

    Mais:

    Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro tem história, política e muita cor
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar