18:30 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    269
    Nos siga no

    O deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP) protocolou na última terça-feira (16) um pedido de impeachment contra o vice-presidente da República, citando "conduta indecorosa" de Hamilton Mourão.

    "A nação não pode ficar à mercê dos maus governantes, da vaidade e do despreparo emocional daqueles que alçados a cargos de relevo se deslumbram com o poder", afirmou Feliciano. 

    ​Um dos argumentos citados pelo vice-líder do governo na Câmara para afirmar que Mourão teria tido uma "conduta indecorosa" foi um "like" que o vice-presidente teria dado em uma postagem da jornalista Rachel Sheherazade, do SBT,  na qual ela teria criticado o presidente Jair Bolsonaro. 

    "A denúncia por crime de responsabilidade contra Mourão se deu por comportamento indecoroso em várias ocasiões. Exemplo: na medida em que ele curtiu tweet de Rachel Sheherazade, detonando com o presidente Jair Bolsonaro, o louvando como melhor opção para governar o país", argumentou.

    "Ele esteve nos EUA nessa semana e, em Washington, ele aceitou um convite de uma instituição. No convite, que foi postado nas mídias, dizia exatamente assim: que o Brasil está desgovernado e a única pessoa que pode unir o Brasil é Mourão", acrescentou o deputado. 

    Mais:

    Queda de braço entre Bolsonaro e Mourão decidirá posição do Brasil sobre Venezuela
    Mourão: 'Não é fácil ser vice'
    Vice dos EUA quer que Mourão convença Rússia e China a deixarem de apoiar Maduro
    Mourão representa quebra na tradição de vices discretos, diz cientista político
    Tags:
    Twitter, impeachment, Antonio Hamilton Mourão, Marco Feliciano, Jair Bolsonaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar