16:24 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Onyx Lorenzoni

    Governo oferece crédito a caminhoneiros, mas cala sobre aumento do diesel

    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    151

    O governo brasileiro prometeu nesta terça-feira (16) fornecer R$ 500 milhões em crédito por meio de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para caminhoneiros autônomos, entre outras medidas, para evitar uma possível nova greve.

    Em coletiva de imprensa, o ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni e o ministro de Infraestrutura, Tarcisio Freitas, anunciaram concessões aos caminhoneiros. Também está previsto o investimento de R$ 2 bilhões em rodovias.

    A alta nos preços do diesel e a política de preços da Petrobras, contudo, não tiveram mudanças anunciadas.

    "Vai haver uma reunião agora à tarde, que já está anunciada, entre o presidente [Jair Bolsonaro], o Ministério da Economia, outros ministérios e a Petrobras, que vão discutir esse tema. Agora, o governo sempre disse que a Petrorbas tem a autonomia e a liberdade para exercitar aquilo que é necessário do ponto de vista de política de combustível", disse Onyx. 

    Na semana passada, Bolsonaro orientou o presidente da Petrobras a conter um aumento no preço do diesel, medida que causou descontentamento em seu ministro da Economia, Paulo Guedes, e resultou em queda no preço das ações da companhia.

    Mais:

    Caminhoneiros do Paraná fazem carreata pela tabela do frete
    Representante dos caminhoneiros e empresários respondem: existe chance de uma nova greve?
    É possível ter outra greve dos caminhoneiros no início deste ano?
    Petrobras sobe preço do diesel após fim de subsídio negociado com caminhoneiros
    Com medo de greve de caminhoneiros, Bolsonaro pressiona e Petrobras não sobe o diesel
    Tags:
    Onyx Lorenzoni
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar