04:28 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Michel Temer, durante Cúpula do Mercosul no Palácio do Itamaraty, em Brasília, em 2017 (arquivo)

    Temer se torna réu em caso de mala de meio milhão

    © AP Photo / Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    260
    Nos siga no

    O ex-presidente Michel Temer se tornou réu nesta quinta-feira no caso da mala com R$ 500 mil entregue ao seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures na forma de possível propina da empresa J&F.

    A denúncia por corrupção passiva, contra Temer, feita pelo Ministério Público foi acolhida pelo juiz da 15ª Vara da da Justiça Federal em Brasília, Rodrigo Bentemuller. Segundo a acusação, o dinheiro, recebido de um integrante da companhia, Ricardo Saud, em 2017, seria referente a uma troca de favores com o grupo político do então chefe de Estado. 

    ​Na época em que o escândalo veio à tona, Temer ainda estava no poder e, devido ao foro privilegiado, a continuação do processo no Supremo Tribunal Federal (STF) dependeria de uma aprovação do Congresso, o que foi rejeitado pela Câmara dos Deputados. Rocha Loures, no entanto, já era réu no caso.

    Atualmente, o processo está com a Justiça Federal de Brasília e o ex-presidente nega as acusações contra ele.

    Mais:

    MP pede à Justiça para tornar Temer réu no caso da mala com R$ 500 mil
    BC bloqueia R$ 8,2 milhões nas contas de Temer
    MPF irá recorrer da decisão que soltou Michel Temer
    Desembargador manda soltar Michel Temer
    Tags:
    corrupção, réu, propina, JBS, J&F, Ricardo Saud, Rodrigo Bentemuller, Rodrigo Rocha Loures, Michel Temer, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar