07:14 04 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    260
    Nos siga no

    O ex-presidente Michel Temer se tornou réu nesta quinta-feira no caso da mala com R$ 500 mil entregue ao seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures na forma de possível propina da empresa J&F.

    A denúncia por corrupção passiva, contra Temer, feita pelo Ministério Público foi acolhida pelo juiz da 15ª Vara da da Justiça Federal em Brasília, Rodrigo Bentemuller. Segundo a acusação, o dinheiro, recebido de um integrante da companhia, Ricardo Saud, em 2017, seria referente a uma troca de favores com o grupo político do então chefe de Estado. 

    ​Na época em que o escândalo veio à tona, Temer ainda estava no poder e, devido ao foro privilegiado, a continuação do processo no Supremo Tribunal Federal (STF) dependeria de uma aprovação do Congresso, o que foi rejeitado pela Câmara dos Deputados. Rocha Loures, no entanto, já era réu no caso.

    Atualmente, o processo está com a Justiça Federal de Brasília e o ex-presidente nega as acusações contra ele.

    Mais:

    MP pede à Justiça para tornar Temer réu no caso da mala com R$ 500 mil
    BC bloqueia R$ 8,2 milhões nas contas de Temer
    MPF irá recorrer da decisão que soltou Michel Temer
    Desembargador manda soltar Michel Temer
    Tags:
    corrupção, réu, propina, JBS, J&F, Ricardo Saud, Rodrigo Bentemuller, Rodrigo Rocha Loures, Michel Temer, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar