19:30 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    623
    Nos siga no

    O Curso de Formação de Sargentos em Juiz de Fora apresentou um aumento significativo de mulheres em busca da carreira militar. A Sputnik Brasil conversou com o Centro de Comunicação Social do Exército sobre a presença feminina nos serviços militares.

    86 alunos de todo o Brasil, sendo 54 mulheres, iniciaram neste mês o Curso de Formação de Sargentos do 4.° Grupo de Artilharia de Campanha Leve, em Juiz de Fora, MG. 

    Plenário da Câmara dos Deputados durante sessão para votação da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro
    Wilson Dias/Agência Brasil / https://fotospublicas.com/camara-dos-deputados-durante-sessao-para-votacao-da-intervencao-federal-na-seguranca-publica-do-rio-de-janeiro/
    O Centro de Comunicação Social do Exército, em nota à Sputnik Brasil, comentou que as tarefas executadas pelas mulheres no Curso de Formação de Sargentos não têm distinção das atividades dos homens. 

    "Atualmente no universo das praças [sargentos], as mulheres podem ingressar como  militares de carreira ou temporárias. Como militares temporárias, de acordo com a necessidade de cada Região Militar, o  ingresso pode ser nas diversas áreas previstas na Portaria 171-DGP, de 8 de julho de  2009, que aprova as áreas e Habilitações Técnicas de Interesse do Exército destinadas a Oficiais e Sargentos do Serviço Técnico Temporário", informou o Exército. 

    Assim, a instituição afirma que "em qualquer das situações de ingresso as tarefas executadas são as mesmas dos homens, de acordo com a formação ou habilitação técnica, não havendo distinção de gênero". 

    O Centro de Comunicação Social do Exército observou também que as mulheres ocupam cargos de chefia na unidade. 

    "Geralmente em setores administrativos, de saúde, jurídico, de tecnologia da informação e outros, cabendo ressaltar que a chefia é prerrogativa dos militares do segmento feminino que ingressaram como oficiais", diz a nota. 

    De acordo com os dados fornecidos pelo Exército, houve um crescimento significativo da participação feminina no efetivo nos últimos anos. O número de mulheres praticamente dobrou nos últimos 10 anos. Em 2008, o número de mulheres no efetivo total (oficiais e praças) era de 5.529, aumentando para 10.978 em 2018.

    Mais:

    Exército finlandês utiliza híbrido incomum de tanque soviético e veículo alemão (FOTOS)
    Exército Brasileiro realiza treinamento de sobrevivência na floresta amazônica
    Exército brasileiro usa cães e helicópteros em operação na fronteira
    Exército indiano mata leopardo que atacou soldado (IMAGENS FORTES)
    Tags:
    sargento, exército, mulheres, Dia Internacional da Mulher, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar