20:03 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Senador Renan Calheiros discursa no plenário do Senado

    Renan Calheiros desiste da candidatura à presidência do Senado

    Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    630

    Um dos dois candidatos favoritos a vencer a eleição para presidência do Senado, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), desistiu de sua candidatura no meio da sessão deste sábado (2). Por determinação do presidente da sessão, o senador José Maranhão (MDB-PB), a votação continua, mesmo após a desistência de Calheiros.

    Já no segundo dia de tentativas pela eleição de um presidente para a mesa diretora do Senado Federal brasileiro, mais uma reviravolta surgiu após a votação ser efetivada. Com um voto a mais depositado durante a eleição na tarde deste sábado (2), o processo eleitoral da Casa, repleto de tumultos desde a sexta-feira (1), foi paralisado.

    Com alas discordando em relação ao procedimento a ser adotado diante do que alguns senadores chamaram de fraude eleitoral, o senador Calheiros subiu à tribuna do Senado e retirou sua candidatura. O senador tem sido o pivô das discussões, rivalizando com o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) pela presidência da Casa.

    Iniciada na sexta-feira (1), logo após a posse dos novos senadores, a sessão para a eleição do presidente do Senado tem sido marcada por confusões e tumultos. De início, a polêmica esteve em torno do voto aberto, o que se estendeu também sobre a presidência da sessão ser realizada por Alcolumbre, franco candidato à liderança do Senado. Em um dos momentos de maior tensão, a senadora Kátia Abreu (PDT-TO) chegou a tomar a pasta de Alcolumbre enquanto este presidia a sessão para impedir o procedimento dos trabalhos.

    Tags:
    Kátia Abreu, Davi Alcolumbre, Renan Calheiros
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar