13:37 19 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Consecuencias de la ruptura de la represa minera en Brasil

    FHC alerta Bolsonaro após tragédia em MG: 'Meio ambiente não é zoeira de esquerda'

    © REUTERS / Washington Alves
    Brasil
    URL curta
    20149

    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) se pronunciou na noite desta sexta-feira a respeito do desastre da barragem de rejeitos da Vale em Brumadinho, em Minas Gerais.

    O tucano direcionou a sua mensagem ao governo federal do presidente Jair Bolsonaro (PSL), pedindo seriedade no trato com temas ambientais.

    "Que a tragédia de Brumadinho abra os olhos do governo. Meio ambiente não é zoeira de esquerda: é respeito à vida das pessoas e do planeta", escreveu FHC no Twitter.

    Líder do Brasil entre 1994 e 2002, Cardoso acrescentou que Brasília não deve demonizar a área ambiental – no que pareceu ser um claro recado a Bolsonaro, um crítico ferrenho das políticas ambientais de governos anteriores.

    "O governo deve regular e fiscalizar com mais energia sem demonizar quem disso se ocupa. Solidariedade às vítimas, mais ação para o futuro", completou o tucano.

    Ao menos sete pessoas morreram e outras 150 estão desaparecidas em Brumadinho, cidade que fica a 50 km de Belo Horizonte. O rompimento de uma das barragens da mineradora Vale na região aconteceu no início da tarde desta sexta-feira.

    A tragédia acontece três anos e dois meses após outro desastre ambiental em Minas Gerais, em Mariana, quando o colapso de uma barragem de rejeitos de minério de ferro varreu parte da cidade do mapa.

    Mais:

    'Não aprenderam nada', critica Marina Silva após desastre em Brumadinho (MG)
    Vale anuncia possibilidade de vítimas após rompimento de barragem em Brumadinho
    Presidente da Vale avalia risco ambiental baixo, mas número de vítimas deverá ser grande
    Ministério do Meio Ambiente: 3 barragens romperam na mina da Vale
    Rompimento da barragem da Vale: 200 desaparecidos e pelo menos 3 mortos
    Tags:
    mineração, tragédia, rejeitos, barragem, meio ambiente, PSDB, Jair Bolsonaro, Fernando Henrique Cardoso, Mariana, Brumadinho, Minas Gerais, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar