10:55 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles

    Ministério do Meio Ambiente: 3 barragens romperam na mina da Vale

    © REUTERS / Adriano Machado
    Brasil
    URL curta
    902
    Nos siga no

    Por nota, o Ministério do Meio Ambiente informou que três barragens romperam na mina da Vale, em Brumadinho, e não apenas uma, como foi considerado anteriormente.

    Todas as três estruturas ficam na Mina Córrego do Feijão, da Vale, e romperam na tarde desta sexta-feira afetando toda a região e colocando as cidades ao redor do rio Paraopeba em alerta.

    Segundo os bombeiros, até o momento, pelo menos 200 pessoas estão desaparecidas, 100 foram salvas e 3 pessoas morreram. A corporação também revelou que pelo menos 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos vazaram durante o evento.

    A nota do ministério também anunciou a formação de um gabinete de gestão da crise, que contará com o ministro Ricardo Salles, que viajou para o local da tragédia na companhia do presidente do Ibama, Eduardo Bim. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, também farão parte do gabinete e devem se reunir com o chefe da pasta do Meio Ambiente ainda nesta sexta-feira.

    Segundo o porta-voz da presidência, Otavio Rêgo Barros, o presidente Jair Bolsonaro deve visitar a região na manhã deste sábado.

    Mais:

    Vale anuncia possibilidade de vítimas após rompimento de barragem em Brumadinho
    Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTO, VÍDEO)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar