18:12 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O vice-presidente Hamilton Mourão.

    Mourão contradiz promessa de Bolsonaro e diz que Brasil manterá embaixada da Palestina

    © AP Photo / Andre Penner
    Brasil
    URL curta
    8212
    Nos siga no

    O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou nesta quarta-feira (23) que a possibilidade de fechar a embaixada palestina no Brasil é apenas "retórica e ilação". Durante a campanha presidencial, Jair Bolsonaro (PSL) defendeu a retirada da representação diplomática da Palestina do país.

    "Os dois Estados [Israel e Palestina] são reconhecidos. O resto tudo é retórica e ilação, aguardem. Como é que falou o embaixador alemão? Aguardem os atos, né?", disse Mourão, que exerce o cargo de presidente em exercício durante a presença de Bolsonaro em Davos.

    Na campanha, Bolsonaro afirmou que a Palestina "não é um país" e portanto não deveria ter uma embaixada no Brasil. "Não pode fazer puxadinho, se não daqui a pouco vai ter uma representação das Farc aqui também", disse o então candidato, segundo reportagem do UOL

    A Palestina é reconhecida como estado observador da Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2012. Já o Brasil reconhece a Palestina enquanto país desde 2010. 

    Mourão também se pronunciou sobre o escândalo envolvendo o senador eleito Flávio Bolsonaro, filho do presidente. Segundo Mourão, o caso deverá ser apurado e Flávio pode ser punido "se for o caso".

    Mais:

    Mídia palestina: Israel ataca alvos no norte da Faixa de Gaza
    Israel bloqueia doação de US$ 15 milhões do Qatar à Palestina
    Imprensa revela qual será o plano de Trump para estabelecer a paz na Palestina
    Palestina barra importações agrícolas de Israel em resposta a medidas israelenses
    Turquia continuará apoiando a Palestina, diz Erdogan a Abbas em conversa sobre Jerusalém
    Tags:
    Antonio Hamilton Mourão, Jair Bolsonaro, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar