21:41 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da China (imagem de arquivo)

    China está de olho no programa brasileiro de privatizações

    CC BY-SA 2.0 / Max Braun / ★e
    Brasil
    URL curta
    1470
    Nos siga no

    A China deseja que suas empresas participem dos programas de privatizações e de parcerias de investimentos do governo brasileiro, disse nesta terça-feira o embaixador chinês em Brasília, Yang Wanming, segundo Agência Brasil.

    O diplomata visitou nesta terça-feira o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes. Em conversa com a imprensa o chinês destacou a importância da cooperação bilateral. 

    "Damos muita importância à cooperação com o Brasil. Temos pressa de fazer a cooperação em todas as áreas. Nas áreas de científica e tecnológica, e na área de defesa, e os intercâmbios na área de defesa, têm obtido um desenvolvimento fluido e saudável, atendendo aos interesses comuns dos dois países", disse ele, citado pela Agência Brasil.

    "Temos pressa em ver e discutir as propostas que venham a ser feitas pela parte brasileira", acrescentou.

    Na semana passada, o embaixador chinês também visitou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

    De acordo com Yang Wanming, os campos de cooperação são amplos.

    "A China e o Brasil são grandes economias do mundo. Temos responsabilidade de promover a economia mundial. Não só o desenvolvimento conjunto dos dois países, mas pode contribuir para a prosperidade mundial", disse Wanming na ocasião.

    Mais:

    'Princípio de retração mundial': restrição da UE ao aço do Brasil reflete tensão EUA-China
    Após China se voltar ao Brasil, Trump tenta manter apoio dos agricultores dos EUA
    Trégua na guerra comercial entre China e EUA pode causar prejuízo ao Brasil?
    Análise: cortar relações com China para Brasil 'seria atirar pedras no próprio telhado'
    Nem China nem ninguém poderá comprar o Brasil, afirma Bolsonaro
    Açúcar no centro da disputa: Brasil vai à OMC contra tarifas impostas pela China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar