02:50 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-assessor de Bolsonaro, Fabrício Queiroz

    STF suspende investigação sobre Queiroz, ex-motorista de Flávio Bolsonaro

    © Foto / Reprodução / SBT
    Brasil
    URL curta
    28327
    Nos siga no

    O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu suspendeu a investigação sobre as transações de Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-motorista do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro. A informação foi divulgada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro.

    "O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro [MP-RJ] informa que em razão de decisão cautelar proferida nos autos da Reclamação de nº 32989, ajuizada perante o Supremo Tribunal Federal [STF], foi determinada a suspensão do procedimento investigatório criminal que apura movimentações financeiras atípicas de Fabricio Queiroz e outros, até que o Relator da Reclamação se pronuncie”, diz a nota do MP-RJ.

    José Carlos de Queiroz era assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e movimentou R$ 1,2 milhão em uma conta bancária durante um ano. Na época, o então assessor, recebia salário de R$ 23 mil por mês. As transações foram consideradas atípicas e por isso aparecem no relatório.

    Além disso, foram consideradas movimentações suspeitas transações como um cheque de 24.000 reais de Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e pagamentos feitos ao ex-motorista por assessores e ex-assessores do gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). 

    Queiroz faltou a quatro depoimentos convocados pelo Ministério Público. A família dele também não foi prestar depoimento nas datas marcadas.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar