15:10 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente Jair Bolsonaro recebe o presidente argentino, Mauricio Macri no Palácio do Planalto

    Bolsonaro e Macri criticam Maduro: 'ditador que quer se perpetuar no poder'

    © Foto : José Cruz/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    181313

    O presidente argentino, Mauricio Macri, se encontrou nesta quarta-feira (16) com presidente Jair Bolsonaro. É a primeira visita oficial de um chefe de Estado desde a posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro.

    Durante o seu pronunciamento, Macri disse que os governos brasileiros e argentino não aceitam o resultado das eleições venezuelanas.

    "Compartilhamos a preocupação pelos venezuelanos. Reafirmamos nossa condenação à ditadura de Nicolás Maduro. Não aceitamos esse escárnio com a democracia, e menos ainda a tentativa de vitimização de quem na verdade é o algoz", disse o argentino.

    Macri também acusou Maduro de prender opositores.

    "A comunidade internacional já se deu conta. Maduro é um ditador que tenta se perpetuar no poder com eleições fictícias, prendendo opositores e levando os venezuelanos a uma situação desesperadora e angustiante", completou.

    O presidente brasileiro disse que o compromisso entre os dois países no que diz respeito a situação da Venezuela mostra a união entre os governos brasileiro e argentino.

    "Nossa cooperação na questão da Venezuela é o exemplo mais claro do momento. As conversas de hoje com o presidente Macri só fazem reforçar minha convicção de que o relacionamento entre Brasil e Argentina seguirá avançando no rumo certo: o rumo da democracia, da liberdade e segurança e do desenvolvimento", disse Bolsonaro.

    Os dois presidentes também discutiram a situação do Mercosul. Bolsonaro defendeu no seu pronunciamento um Mercosul "enxuto e com relevância".

    "No plano interno, o Mercosul precisa valorizar sua tradição original: abertura comercial, redução de barreiras e eliminação de burocracias", disse Bolsonaro.

    A cerimônia oficial de chegada de Macri contou com a revista às tropas e a subida da rampa do Palácio do Planalto, onde foi recepcionado por Bolsonaro. Depois dos cumprimentos para as fotos no Salão Nobre, houve a apresentação das delegações.

    Bolsonaro e Macri tiveram um encontro privado na sala de audiências no terceiro andar. Em seguida, houve reunião ampliada com os ministros e outras autoridades dos dois países.

    Após a declaração à imprensa, os presidentes seguem para o Palácio Itamaraty, onde será oferecido um almoço a Macri por Bolsonaro.

    Tema:
    Crise política na Venezuela se agrava (163)
    Tags:
    reunião bilateral, Mercosul, Bolsonaro, Mauricio Macri, Nicolás Maduro, Venezuela, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar