23:07 27 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    339
    Nos siga no

    Na virada do ano, momento em que as pessoas mais intensamente buscam traçar metas e planos para o ano seguinte, a Sputnik Brasil conversou com astrólogos, um numerólogo e um empresário para mostrar como o "universo mágico" está sendo usado para melhorar os negócios e como virou um ramo lucrativo para quem faz disso uma profissão.

    Há mais de 30 anos no mercado, Maurício Bernis comanda a AstroInvest, uma espécie de consultoria que usa a astrologia para aconselhar pessoas que desejam ter alguma previsão a respeito dos seus negócios. A empresa hoje tem sede na região da Berrini, área nobre de São Paulo. Ele explicou que o primeiro passo sempre é traçar um mapa astral do seu objeto de estudo, seja uma empresa ou um ativo financeiro, semelhante ao que se faz com pessoas.

    "A loja inaugura e naquele momento se faz um mapa dela. O mesmo para um ativo. Ele se lança na bolsa naquele dia e naquela hora e tem lá o mapa dele", disse em entrevista à Sputnik Brasil.

    Ele trabalha com dois tipos de astrologia, a financeira e a empresarial. A Astrologia Financeira auxilia pessoas que desejam investir no mercado financeiro e comprar ações em bolsas de valores.

    "A gente tem o mapa das pessoas que vão investir e o mapa dos ativos, a gente usa estudos gráficos, estudos físicos para decisões de investimentos", contou.

    Já a Astrologia Empresarial é aquela, segundo o próprio Maurício, que ajuda em determinadas decisões de empresas, desde contratação de pessoas a abertura de novas filiais e lançamento de produtos.

    "A Astrologia Empresarial lida com a vida da empresa e a astrologia financeira é direcionada aos investimentos. É uma astrologia onde você estuda ativos, as bolsas e trabalha com a orientação para investimentos financeiros, seja na bolsa de mercadoria, na bolsa de valores e tipos de investimentos; quando, como investir", explica.

    Foi atrás desse serviço que o empresário do setor de autopeças, Lauro Meride, procurou Maurício Bernis para uma consulta há dois anos. Desde então, ele pede auxílio dos astros através do mapa astral de sua empresa para saber alguma indicação se o que vem pela frente é um momento de retração ou de crescimento dos seus negócios.

    "Ele [Maurício Bernis] fala se é o momento mais propício para fazer determinado investimento ou não, de acordo com o momento que a empresa está passando", comentou à Sputnik Brasil.

    Desde 2017, no entanto, os serviços de Astrologia Financeira, prestados por Bernis, estão suspensos. Uma decisão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o desautorizou de prestar consultoria financeira. Se descumprisse a decisão, seria multado no valor de 5 mil reais por dia.

    Ele contou que agora está fazendo os cursos necessários para prestar esse tipo de consultoria e acredita que até o final deste ano já vá estar apto novamente.

    Maurício Bernis diz que já atendeu mais de 600 empresas e que as consultas variam de preço, dependendo do serviço, e custam de 540 reais a 22 mil reais. O que, se calcularmos apenas o serviço básico oferecido pela AstroInvest, pode ter gerado mais de  meio milhão de reais ao longo dessas três décadas em que Maurício atua no mercado. Ele garante também que o índice de acerto das suas previsões está na faixa de 70%.

    Previsão anual para empresas deve custar 700 reais, diz associação

    Para o Ministério do Trabalho, a astrologia enquadra-se no Código Brasileiro de Ocupações (CBO 5167-05) e possui sindicatos e associações em boa parte dos estados e em algumas cidades brasileiras.

    Segundo a Associação Brasileira de Astrologia (ABA), a média de preço que deve ser cobrada por uma previsão anual para empresas e dirigentes por um astrólogo de grande experiência deve ser de 700 reais. Já uma pessoa que deseja apenas fazer um ciclo empresarial conjunto com um astrólogo de grande experiência o preço médio que deve ser cobrado é de 350 reais. Além da Astrologia Empresarial, existem vários outros tipos de astrologia, como a médica, vocacional, mundial, horária e diversos outros.

    Uma outra prática contratada por empresários e pessoas que desejam abrir um negócio é a numerologia empresarial. Ela consiste em traçar o perfil dos sócios em relação à empresa, às datas melhores para negócios e até quando o cliente quer abrir uma empresa.

    Usina Hidrelétrica de Itaipu, operada pela Itaipu Binacional, da qual a Eletrobras, estatal que está para ser privatizada, é uma das donas
    Alexandre Marchetti /ItaipuBinacional / https://fotospublicas.com/com-nova-gestao-eletrobras-reverte-perdas-de-r-4-bi-e-registra-lucro/
    Márcia Fernandes já estuda espiritualidades há mais de 40 anos e atua no mercado da numerologia empresarial. "A Numerologia Empresarial é indicada para empresas ou profissionais liberais que queiram delinear os períodos de avanços, estratégias, planejamentos e precauções para seus negócios, formação de equipe e contratação de pessoal", explicou à Sputnik Brasil.

    Para a confecção de um Mapa Numerológico Empresarial é necessário o nome da empresa, a data de abertura (se já estiver aberta), nome completo dos sócios, data de nascimento dos sócios, endereço da empresa, número de CNPJ, entre outros dados.

    'É um tipo de novo coaching que utiliza motivação, autoajuda e espiritualidade'

    Recorrer ao espiritual, mágico e religioso em tempos de crises e dificuldades financeiras não é necessariamente algo novo na história da humanidade.

    "Isso não é apenas comum no dia de hoje, sempre foi assim. Desde que a religião existe, milhares de anos atrás, quando nós ainda éramos seres agricultores, a ideia de cultuar os deuses era exatamente isso: pedir aos deuses os favores para que chovesse no tempo certo, fizesse Sol no tempo certo",  explicou Andrey Mendonça, coordenador do programa de religião e espiritualidade no consumo e nas empresas da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em entrevista para Sputnik Brasil.

    Para ele, a busca pela transcendentalidade para auxiliar a vida profissional e pessoal é algo comum desde os "tempos mais remotos".

    Outro aspecto destacado por Mendonça para o crescimento de serviços que usam as chamadas "novas espiritualidades" por empresas e pessoas que desejam conselhos para a vida profissional é a semelhança da linguagem utilizada por essas práticas com a de um serviço de coaching.

    "Nesses sites, nesses novos gurus, eles exigem apenas duas coisas das pessoas: uma que elas acreditem, tenham fé, e outra que elas ajam de acordo com aquilo que eles dizem. Então é um tipo de um novo coaching, que utiliza motivação, autoajuda e espiritualidade em uma linguagem que, às vezes, é bem próxima de uma linguagem científica, no sentido da administração de empresas", completou.

    Tanto Márcia Fernandes e Maurício Bernis contaram que o interesse pelos serviços oferecidos cresceu durante o período de crise econômica brasileira.

    "Em função dos últimos anos, a procura por esse tipo de mapa aumentou consideravelmente. Muitos empresários baseiam suas negociações nas datas favoráveis do Calendário Numerológico da Empresa e perceberam resultados que os auxiliaram a driblar os conflitos por causa da crise econômica", contou Fernandes.

    Também em relação aos seus próprios negócios, Bernis minimiza o efeito do recente cenário econômico brasileiro. Em 2019, por exemplo, a cartela de clientes que optaram por um acompanhamento frequente já conta com cinco empresas de diferentes ramos. O que significa que se todos optaram pelo serviço de 22 mil reais oferecido por Maurício, a Astroinvest receberá algo em torno de 110 mil reais no próximo ano.

    "Em todas as crises aumentou a procura, a procura aumenta quando existe uma incerteza em relação ao que vem pela frente, a relação fica mais fácil assim, não são necessariamente crises, mas do ponto de vista do que vem pela frente. Mudanças de governo, por exemplo, sempre trazem uma maior procura", revelou.

    'O mágico nunca fecha'

    Para Anna Maria Costa Ribeiro, que possui uma escola de astrologia com mais de 130 alunos no bairro de Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, o mágico é algo que nunca perde seu poder durante períodos difíceis.

    "Não tem essa coisa de o país estar em recessão. O mágico funciona sempre", garante a astróloga, que tem mais de 40 anos de profissão e cerca de 40 livros publicados, em entrevista para Sputnik Brasil. "As farmácias não fecham, os supermercados não fecham, as lojas de cosméticos não fecham e nem o mágico."

    Tags:
    astrólogo, futurologia, numerologia, astrologia, empreendedores, empresa, previsão, economia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar