13:40 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Produção da folha de aço (foto referencial)

    União Europeia pode aplicar restrições ao aço brasileiro

    CC0 / Pixabay
    Brasil
    URL curta
    6711
    Nos siga no

    A União Europeia deve aprovar resolução esta semana aplicando restrições a produtos siderúrgicos brasileiros. A medida passaria a valer a partir de 2 de fevereiro é tentativa de protecionismo, diz a mídia.

    Segundo publicado nesta segunda-feira (14) pelo jornal Valor Econômico, o bloco continental pretende votar a medida já na quarta-feira (16).

    As restrições, se aplicadas, irão restringir sete tipos de produtos siderúrgicos brasileiros. Ela fazem parte de um pacote que abrange 28 produtos do tipo, sendo o principal afetado a China. Em 2017, 18,1% das exportações brasileiras foram para a Europa.

    Ainda segundo a publicações, alguns setores da indústria europeia não estão contentes com a medida, que poderia encarecer o aço e gerar prejuízos. A Eurofer, organização que representa a siderurgia europeia, defende a possível decisão.

    Além do Brasil, China, Índia, Rússia, Coreia do Sul e Ucrânia devem ser afetados.

    Segundo o Valor Econômico, a mudança não seria tão impactante no Brasil quanto seria em outros países, uma vez que as restrições não afetam a maior parte das exportações brasileiras de aço para o continente.

    Mais:

    Trump anuncia avanço nas negociações com democratas e promete muro de aço
    'Bom senso ganhou': especialistas comentam diretiva de Trump em relação ao aço brasileiro
    EUA dobram tarifas sobre importações de aço e alumínio da Turquia
    Novas tarifas dos EUA podem reduzir exportações europeias de aço em 50%
    Tags:
    aço, protecionismo, Valor Econômico, União Europeia, Coreia do Sul, China, Ucrânia, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar