00:44 27 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Jair Bolsonaro, presidente eleito do Brasil

    Bolsonaro: verba federal para ONGs será 'rigidamente controlada'

    © AP Photo / Leo Correa
    Brasil
    URL curta
    831

    O presidente Jair Bolsonaro participou nesta segunda-feira (7) da cerimônia de posse dos presidentes da Caixa Econômica Federal, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Banco do Brasil.

    Duranta a solenidade, realizada no Palácio do Planalto, Bolsonaro defendeu a transparência e disse que todos os atos do governo deverão ser abertos ao público. 

    "Transparência acima de tudo. Todos nossos atos terão de ser abertos ao público, e o que ocorreu no passado também. Não podemos admitir que, em qualquer uma dessas instituições, tenha qualquer cláusula de confidencialidade pretérita", declarou o novo presidente durante a cerimônia. 

    "Aqueles que foram a essas instituições [bancos públicos] por serem amigos do rei buscar privilégios, ninguém vai persegui-los, mas esses atos, essas ações, esses contratos tornar-se-ão públicos”, acrescentou.

    O presidente afirmou que a verba federal a ser liberada para ONGs irá sofrer um "rígido controle" no novo governo. 

    Mais:

    Bolsonaro diz que 'caixa-preta' do BNDES será revelada
    'Ficamos satisfeitos', diz Mike Pompeo sobre oferta de Bolsonaro de base dos EUA no Brasil
    Netanyahu chama Brasil de 'novo aliado' devido a plano de Bolsonaro de mudar embaixada
    Militares reagem à fala de Bolsonaro sobre base dos EUA no Brasil
    Crise no sistema penitenciário: especialistas sugerem opções ao governo Bolsonaro
    Tags:
    verba, ONGs, Caixa Econômica Federal, BNDES, Jair Bolsonaro, Bolsonaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar