13:42 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Força Nacional de Segurança brasileira

    Violência atinge capital e pelo menos outras 6 cidades do Ceará neste domingo

    Valter Campanato/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    541
    Nos siga no

    A violência que abalou o estado do Ceará, no Nordeste brasileiro, continuou neste domingo, apesar do envio de pelo menos 300 membros da elite da Força Nacional, em um esforço para deter os tumultos.

    Nos incidentes deste domingo, vários ônibus e carros foram incendiados e vários postos de gasolina foram atacados em Fortaleza, a capital, e pelo menos seis outras cidades, informou o departamento de segurança pública do estado.

    A polícia matou dois suspeitos em um tiroteio. Mais de 100 pessoas foram detidas desde que a violência começou na última quarta-feira.

    Autoridades dizem que os ataques foram ordenados por gangues do crime organizado em retaliação aos planos do governo de impor controles mais rígidos às prisões do estado. As gangues de prisioneiros brasileiras são poderosas e seu alcance vai além das criminosas.

    O combate ao crime organizado e aos muitos episódios de violência que se espalham pelo Brasil foi uma das bandeiras do governo eleito do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

    Atualmente, há uma intervenção federal em andamento em Roraima, estado do Norte do Brasil. No ano passado, a segurança pública de outro estado, o Rio de Janeiro, também foi protagonista de uma intervenção federal, por meio das Forças Armadas.

    Mais:

    Após ataques, Moro autoriza envio da Força Nacional ao Ceará
    Forças federais começam atuação no Ceará neste sábado
    Violência: homem é morto a tiros durante carreata pró-Haddad no Ceará
    Tags:
    homicídios, tráfico de drogas, ataques, crime organizado, violência, segurança, Força Nacional, Sérgio Moro, Camilo Santana, Jair Bolsonaro, Fortaleza, Ceará, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar