10:14 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em encontro com o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro

    Bolsonaro fala em grande parceria e planeja visita a Israel após encontro com Netanyahu

    © AFP 2019/ Leo CORREA / POOL
    Brasil
    URL curta
    181211

    Em encontro com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Rio de Janeiro, o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, prometeu que tentará colocar em prática o mais rápido possível uma política de grande parceria com Israel.

    Em pronunciamento após a reunião com o chefe de Estado estrangeiro, que está no Brasil para a cerimônia de posse do novo líder brasileiro, Bolsonaro afirmou que pretende visitar Israel até março, com uma comitiva formada por representantes de vários setores da sociedade, incluindo das áreas tecnológicas, agricultora, piscicultora, segurança e Forças Armadas. 

    ​​De acordo com o presidente eleito, seu governo precisará "de bons aliados, bons amigos, bons irmãos, como Benjamim Netanyahu", primeiro premiê israelense a visitar o Brasil.

    Reforçando o otimismo do brasileiro, Netanyahu declarou que essa nova aliança pode levar os dois países a longas distâncias.

    ​"Israel é a terra prometida e o Brasil é a terra da promessa de futuro", disse ele, citado pelo G1. "Israel quer ser parceiro do Brasil nessa empreitada. Entendemos que nossa cooperação mútua possa render enormes benefícios aos nossos dois povos em áreas como economia, emprego, segurança, agropecuária, recursos hídricos, todas as esferas da atividade humana." 

    Mais:

    Especialistas: parceria com Israel para dessalinização de água no Brasil não é má ideia
    Bolsonaro aguarda Netanyahu e diz que tecnologia de Israel melhorará o Brasil
    Comércio entre Brasil e Israel ganhará força com Bolsonaro, afirma empresário
    Tags:
    cooperação, parceria, encontro, Benjamin Netanyahu, Jair Bolsonaro, Rio de Janeiro, Israel, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar