18:52 23 Abril 2019
Ouvir Rádio
    O presidente eleito, Jair Bolsonaro, em entrevista coletiva em Brasília

    Bolsonaro quer acabar com Lei Rouanet 'financiando famosos'

    © Foto : Valter Campanato/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    14273

    O presidente eleito, Jair Bolsonaro, escreveu em sua conta no Twitter nesta quarta-feira que vai promover um controle rígido de concessões de recursos. Ele atacou mais uma vez a Lei Rouanet.

    Bolsonaro, que pretende incorporar o Ministério da Cultura ao Ministério da Cidadania, sob a gestão de Osmar Terra, criticou as políticas de promoção cultural.

    "Há claro desperdício rotineiro de recursos, que podem ser aplicados em áreas essenciais", escreveu Bolsonaro. 

    "Num só dia, o gerente de Responsabilidade Sociocultural de Furnas [Furnas Centrais elétricas S.A, subsidiária da Eletrobras] autorizou, via Lei Rouanet, R$ 7,3 milhões para 21 entidades", acrescentou. 

    O presidente eleito sempre criticou o modelo de distribuição de recursos via Lei Rouanet. Uma das formas da lei permite o desconto de parcelas do imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas para realizar apoio direto a projetos culturais aprovados pelo Ministério da Cultura.

    "O que acabará são os milhões do dinheiro público financiando 'famosos' sob falso argumento de incentivo cultural, mas que só compram apoio! Isso terá fim!", completou Bolsonaro.

    Esta não é a primeira manifestação do ex-militar sobre o tema. Em setembro, Bolsonaro disse que os benefícios continuariam sendo concedidos. "Mas para artistas talentosos, que estão iniciando suas carreiras e não possuem estrutura", disse ele no Twitter, ainda na condição de candidato.

    Mais:

    Futuro chanceler de Bolsonaro manda desconvidar presidente da Nicarágua para posse
    Ex-assessor de Flávio Bolsonaro falta a depoimento pela segunda vez seguida
    Para Bolsonaro seria 'grande suicídio' se afastar da China, segundo economista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar