20:03 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Ministro da Defesa, Raul Jungmann

    Caso Marielle: Jungmann defende que investigação fique com autoridades do Rio

    Antonio Cruz/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    110
    Nos siga no

    O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, declarou nesta quarta-feira (19) que a investigação da morte de Marielle Franco permaneça sob a responsabilidade das autoridades do Rio de Janeiro, mas destacou que a Polícia Federal está de prontidão para ajudar no caso.

    "A federalização depende do Ministério Público Federal, que é quem faz a federalização. O que eu tenho dito e vou repetir aqui é que a Polícia Federal está pronta para entrar no caso Marielle, como sempre esteve", afirmou.

    "E a nossa expectativa é de que se resolva pelos meios do Rio de Janeiro. Caso isso não seja possível, a Polícia Federal permanece a postos e a disposição para ajudar e contribuir no esclarecimento e elucidação desse bárbaro crime", acrescentou Jungmann.

    O ministro ressaltou também a imprescindibilidade de resolver o caso da morte de Marielle Franco, tendo em vista o trabalho que a vereadora realizava. 

    "Ela era uma representante popular, era uma mulher que defendia comunidades e outros setores. Portanto, o ataque a ela e a morte dela é também um atentado à democracia. Por isso é tão importante para o Brasil esclarecer esse crime de uma vez por todas", afirmou. 

    Mais:

    Ex-PM suspeito pela morte de Marielle Franco é preso no Rio de Janeiro
    Caso Marielle: posse de terras fez vereadora ser morta, diz secretário do Rio
    Polícia cumpre primeiros mandados de prisão contra suspeitos de assassinar Marielle Franco
    Mídia: Após 9 meses, cúpula da intervenção federal no Rio descobre quem matou Marielle
    Investigação do assassinato de Marielle rompeu 'aliança satânica', diz ministro da Defesa
    Tags:
    assassinato, investigação, Raul Jungmann, Marielle Franco, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar