05:04 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Aeroporto Internacional Joser Martí, em Havana, Cuba

    Médicos cubanos são recebidos com honras em Havana

    © flickr.com/ travfotos
    Brasil
    URL curta
    10106

    Profissionais cubanos, antes vinculados ao programa Mais Médicos, estão retornando para suas casas.

    Em dois vôos fretados, 423 médicos retornaram a Cuba nesta sexta-feira. O profissionais estão sendo recebidos com faixas, flores e música no Aeroporto Internacional José Martí.

    O vice-ministro da Saúde Pública de Cuba, Alfredo González Lorenzo, recebeu o grupo com elogios. Segundo ele, a qualidade e os resultados positivos da atuação dos cubanos no Brasil são demonstrados por estudos.

    Luis Antonio Torres Iríbar, do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e primeiro-secretário do Partido em Havana, o ministro da Justiça, Oscar Manuel Silveira, além de representantes de classe e entidades sindicais também estavam no aeroporto para rceber os médicos.

    Em Cuba, os profissionais de saúde que atuaram no Brasil no programa Mais Médicos são chamados de "embaixadores da boa vontade" e ganharam tratamento diferenciado, informou Agência Brasil.

    O programa Mais Médicos foi criado em 2013 durante o governo de Dilma Rousseff. O projeto consistia em uma ajuda de médicos cubanos para trabalhar no Brasil em áreas com poucos profissionais brasileiros.

    O governo cubano anunciou no mês passado a decisão de sair do programa devido a "declarações ameaçadoras e depreciativas" do presidente eleito Jair Bolsonaro.

    Com a saída dos cubanos, mais de 8,5 mil vagas no programa ficaram livres. O governo federal publicou edital para contratação de novos profissionais.

    Mais:

    Ministério da Saúde prorrogará inscrição para Mais Médicos
    Site do Mais Médicos continua com problemas de acesso no segundo dia de inscrição
    Mais de 3,3 mil se inscrevem no Mais Médicos e site sofre ataques
    'Parecia convênio entre Cuba e PT', diz novo ministro da Saúde sobre Mais Médicos
    Governo publica novo edital do Mais Médicos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik