03:33 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Fernando Haddad, candidato do PT a presidente, durante entrevista na rádio CBN, em São Paulo

    Haddad diz que trocará toda equipe econômica do governo Temer se vencer eleições

    © Foto: Ricardo Stuckert
    Brasil
    URL curta
    11166

    O candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, declarou nesta terça-feira (16) que não irá manter ninguém da equipe econômica do governo Temer no caso de uma vitória nas eleições presidenciais.

    Ao conversar com jornalistas, o presidenciável petista lembrou que o seu adversário no segundo turno, Jair Bolsonaro (PSL), já acenou que poderia manter membros da atual equipe econômica em um novo governo.

    "Ao contrário do Bolsonaro, nós decidimos não manter ninguém da equipe econômica do Temer no nosso governo. A partir do dia 1º de janeiro, a equipe do Temer sai e entra uma nova equipe", afirmou Fernando Haddad.

    Anteriormente, Bolsonaro havia afirmado que o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, seria um "excelente nome" para se manter no cargo. Além disso, o coordenador do programa econômico do candidato do PSL, Paulo Guedes, elogiou o atual secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida. 

    Na última segunda-feira (16) foi divulgada a mais recente pesquisa Ibope. De acordo com o levantamento, Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 59% dos votos válidos e Fernando Haddad (PT) com 41%.

    A pesquisa foi realizada na sábado (13) e domingo (14), ouviu 2506 eleitores em 176 municípios e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

    Mais:

    Ibope: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%
    Haddad ataca Bolsonaro: 'eu sou professor, não capitão expulso do Exército'
    Haddad sobre Bolsonaro: 'Não tem qualificação nem para ser vereador'
    Especialista em milícias comenta plano de segurança pública de Bolsonaro e Haddad
    Tags:
    eleições, economia, Jair Bolsonaro, Fernando Haddad, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik