13:47 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    TSE faz teste público de segurança do sistema de votação

    Adversários tentaram impedir entrevista de Bolsonaro na TV Record junto ao TSE

    © Foto: Agência Brasil/Antonio Cruz
    Brasil
    URL curta
    13123

    O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Horbach decidiu nesta quinta-feira negar pedido feito por adversários para impedir a veiculação de uma entrevista do candidato à presidência Jair Bolsonaro na TV Record.

    No pedido, o PT, PSOL, MDB e o candidato a deputado federal Wadih Damus (PT-RJ) alegaram que a veiculação seria uma forma de dar tratamento privilegiado ao candidato e atentaria contra a Lei das Eleições.

    Segundo as legendas, enquanto os candidatos participam do debate na TV Globo, Bolsonaro estará concedendo uma entrevista exclusiva à emissora e isso seria injusto.

    Ao decidir a questão, o ministro entendeu que a medida seria uma forma de censura prévia, prática vedada pela Constituição.

    “Impedir, por meio de decisão judicial, que uma emissora de televisão veicule toda e qualquer entrevista do candidato Jair Bolsonaro antes do primeiro turno das eleições, por quaisquer dos meios de comunicação (televisão aberta, televisão fechada, rádio e internet) seria manifesto ato de censura prévia, contrária à liberdade de imprensa, pressuposto fulcral do regime democrático”, decidiu Horbach.

    Mais:

    Será o fim do Brasil se o PT voltar ao poder, diz Bolsonaro à Rede Record
    Datafolha: Bolsonaro chega a 39% dos votos válidos e se aproxima de vitória no 1° turno
    Fabricante de armas vê suas ações subirem após alta de Bolsonaro nas pesquisas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik