05:35 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Ministra Rosa Weber durante julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula no STF

    TSE: urnas eletrônicas são 'absolutamente confiáveis'

    © Foto : José Cruz/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    925

    A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber, classificou as acusações de falta de segurança nas urnas eletrônicas de “descoladas da realidade”. As declarações, feitas aos jornalistas nesta terça-feira, foram divulgadas na página oficial do TSE.

    "As pessoas são livres para expressar a própria opinião. Mas, quando essa opinião é desconectada da realidade, nós temos que buscar os dados da realidade. Para mim, as urnas são absolutamente confiáveis", afirmou Rosa Weber.

    Sessão de orientações sobre o uso correto da urna eletrônica e a importância do voto.
    © Foto : Elza Fiúza/ABr
    Em vídeo publicado na internet, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) denunciou possibilidade de fraude na votação com voto eletrônico sem, no entanto, apresentar provas.

    Rosa Weber citou a eleição de de 2014. Após a vitória de Dilma Rousseff (PT), o PSDB, de Aécio Neves, levantou a possibilidade de fraude. Após um ano de apurações, não foi constatado nenhum problema nem fraude no sistema de votação.

    Segundo TSE, as urnas eletrônicas são utilizadas desde 1996 no Brasil, que foi pioneiro na adoção deste tipo de tecnologia.

    O Tribunal também negou hoje em nota que tenha repassado o código-fonte das urnas eletrônicas para qualquer empresa, nacional ou estrangeira.

    Mais:

    Defesa tenta suspender no TSE decisão que barrou candidatura de Lula
    TSE lacra códigos-fonte dos programas usados na urna eletrônica
    TSE: presidenciáveis arrecadaram R$ 109,8 milhões
    ‘Tem gente que acredita em saci': Toffoli rebate Bolsonaro sobre fraude nas urnas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik