19:42 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    01516
    Nos siga no

    Os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) abriram vantagem na disputa por duas vagas no segundo turno das eleições de 2018, que acontecem em outubro.

    É o que aponta a pesquisa estimulada CNT/MDA, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) na manhã desta segunda-feira.

    Longe das ruas desde o atentado do qual foi vítima, Bolsonaro atingiu os 28,2% da preferência do eleitorado, consolidando a sua liderança e caminhando para garantir a sua posição no segundo turno.

    Na briga pela outra vaga para a fase final do pleito – o primeiro turno acontece em 7 de outubro –, Haddad segue a sua trajetória ascendente e alcançou os 17,6%, se consolidando na vice-liderança.

    Ciro Gomes, do PDT, vem a seguir com 10,8% dos votos, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB, com 6,1%), Marina Silva (Rede, com 4,1%), João Amôedo (Novo, com 2,8%), Álvaro Dias (Podemos, 1,9%), e Henrique Meirelles (MDB, com 1,4%).

    Os demais candidatos não atingiram 1%. Votos brancos e nulos chegam a 13,4%, e eleitores indecisos são 12,3%.

    Em um cenário de segundo turno entre Bolsonaro e Haddad, um dos simulados pelo levantamento, o ex-capitão do Exército vence a disputa com o ex-prefeito de São Paulo.

    A pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 estados do Brasil. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

    Mais:

    Grupo 'Mulheres Unidas contra Bolsonaro' volta a funcionar após ataque cibernético
    Datafolha: Bolsonaro na liderança com 26%, Ciro e Haddad embolados no 2º lugar com 13%
    Pesquisa Vox Populi: associado diretamente a Lula, Haddad soma 22% e ultrapassa Bolsonaro
    Tags:
    Brasil, Geraldo Alckmin, Marina Silva, Fernando Haddad, Álvaro Dias, Ciro Gomes, Jair Bolsonaro, Henrique Meirelles, João Amôedo, PT, CNT, Eleições 2018, política, pesquisa eleitoral, CNT/MDA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar