15:54 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), pré-candidato à presidência do Brasil em 2018, durante evento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) em São Paulo

    Bolsonaro e Haddad abrem vantagem na corrida presidencial, aponta CNT/MDA

    © AFP 2018/ Miguel SCHINCARIOL
    Brasil
    URL curta
    211516

    Os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) abriram vantagem na disputa por duas vagas no segundo turno das eleições de 2018, que acontecem em outubro.

    É o que aponta a pesquisa estimulada CNT/MDA, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) na manhã desta segunda-feira.

    Longe das ruas desde o atentado do qual foi vítima, Bolsonaro atingiu os 28,2% da preferência do eleitorado, consolidando a sua liderança e caminhando para garantir a sua posição no segundo turno.

    Na briga pela outra vaga para a fase final do pleito – o primeiro turno acontece em 7 de outubro –, Haddad segue a sua trajetória ascendente e alcançou os 17,6%, se consolidando na vice-liderança.

    Ciro Gomes, do PDT, vem a seguir com 10,8% dos votos, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB, com 6,1%), Marina Silva (Rede, com 4,1%), João Amôedo (Novo, com 2,8%), Álvaro Dias (Podemos, 1,9%), e Henrique Meirelles (MDB, com 1,4%).

    Os demais candidatos não atingiram 1%. Votos brancos e nulos chegam a 13,4%, e eleitores indecisos são 12,3%.

    Em um cenário de segundo turno entre Bolsonaro e Haddad, um dos simulados pelo levantamento, o ex-capitão do Exército vence a disputa com o ex-prefeito de São Paulo.

    A pesquisa CNT/MDA ouviu 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 estados do Brasil. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

    Mais:

    Grupo 'Mulheres Unidas contra Bolsonaro' volta a funcionar após ataque cibernético
    Datafolha: Bolsonaro na liderança com 26%, Ciro e Haddad embolados no 2º lugar com 13%
    Pesquisa Vox Populi: associado diretamente a Lula, Haddad soma 22% e ultrapassa Bolsonaro
    Tags:
    CNT/MDA, pesquisa eleitoral, política, Eleições 2018, CNT, PT, João Amôedo, Henrique Meirelles, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes, Álvaro Dias, Fernando Haddad, Marina Silva, Geraldo Alckmin, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik