02:59 26 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Entidades brasileiras criticam e entram na Justiça contra discurso de Bolsonaro

    Bolsonaro processa Minc por ter sido chamado de 'racista', 'homofóbico' e 'machista'

    Wilson Dias/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    672

    O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) diz que acusações do ex-ministro e deputado, Carlos Minc, lhe causaram "sofrimento interior", "desequilíbrio emocional" e "angústia".

    O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) entrou com uma ação judicial no Tribunal do Estado do Rio de Janeiro contra o ex-ministro do Meio Ambiente e candidatado a deputado estadual Carlos Minc (PSB-RJ) por ter maculado “seu bom nome e sua honra”.

    O comentário de Minc que desencadeou o processo aconteceu após uma palestra do presidenciável no clube Hebraica, em que Bolsonaro afirmou que tinha 5 filhos, 4 homens, e que "deu uma fraquejada na quinta e veio uma mulher", além de falar que quando foi a um quilombo, “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Nem pra procriador ele serve mais”. Na ocasião, o ex-ministro do Meio Ambiente escreveu no Twitter:  

    "Machista, homofobico; anti ecologia, racista, truculento. Tem 7 mandatos, votou a favor de mordomias de deputados e diz não ser político. Defende ditadura, tortura, fim de políticas sociais. É contra tudo isto que está aí. E tem 16%. Há que combater, resistir contra o retrocesso!", havia dito Minc no Twitter. 

    De acordo com a defesa de Bolsonaro, comentário de Minc causou ao candidato um grau máximo de “sofrimento interior, desequilíbrio emocional, angústia, sentimento de injustiça, e com a constatação do descaso com que a parte ré o tratou, pode-se afirmar que lhe foi gerado, até mesmo, um estado de completa revolta”.

    Jair Bolsonaro exige reparos de 10 mil reais de Carlos Minc por danos morais. O deputado estadual ainda não se manifestou sobre o caso.

    Mais:

    Datafolha: Lula tem 39% das intenções de voto; Bolsonaro tem 19%
    Nova pesquisa do Ibope mostra Bolsonaro na frente em cenário sem Lula
    Bolsonaro e Marina protagonizam embate sobre direitos das mulheres
    Patrimônio de Bolsonaro cresce 427% em 12 anos, diz jornal
    Tags:
    racismo, processo, Carlos Minc, Jair Bolsonaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar