01:50 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin

    Geraldo Alckmin é sabatinado pela Rede Record nesta segunda-feira

    Eduardo Saraiva/ A2IMG/FotosPúblicas
    Brasil
    URL curta
    205

    Como parte de suas sabatinas com os presidenciáveis das eleições de 2018, a Rede Record recebe nesta segunda-feira o tucano Geraldo Alckmin (PSDB). Até aqui já participaram os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Guilherme Boulos (PSOL), enquanto Cabo Daciolo (Patriota) não compareceu.

    Ainda serão sabatinados pela Record, na sequência, os candidatos Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), Álvaro Dias (Podemos), e Marina Silva (Rede). Uma data foi reservada ao "candidato do PT", mas sabe-se que Luiz Inácio Lula da Silva não poderá comparecer por estar preso em Curitiba.

    Ordenar as mensagens
    • 19:19

      Entenda o que há por trás da disputa particular entre Alckmin e Bolsonaro

      Jair Bolsonaro

      Eleições 2018: bate-boca no Twitter aquece briga entre Bolsonaro e Alckmin na direita

      A esperada disputa por votos da direita conservadora para as eleições presidenciais de 2018 já começou. Tido como candidato mais "moderado" dentre os nomes tradicionais que se lançaram, Geraldo Alckmin (PSDB) iniciou a sua ofensiva contra Jair Bolsonaro (PSL), pelo menos nas redes sociais.
      Mostrar mais
    • 19:18

      Termina a sabatina de Geraldo Alckmin, do PSDB, na Record

      Em suas considerações finais, Alckmin diz que o seu foco é no emprego e na retomada dos investimentos. "O país tem pressa", declarou, aproveitando para alfinetar os candidatos que acham que podem governar "no grito" - uma possível referência a Jair Bolsonaro.

    • 19:16

      "Super Fazenda"

      O candidato tucano pretende cortar pelo menos 10 ministérios, caso seja eleito, tornando o Ministério da Fazenda um "super ministério".

    • 19:14

      Otimismo?

      "Acho que, se eu ganhar a eleição, vamos ter muitos investimentos no Brasil", sentenciou Alckmin.

    • 19:13

      Colarinho branco

      Alckmin garantiu que quer reforçar a Polícia Federal, mantendo o apoio ao Ministério Público e reformando o Código Penal no âmbito do enriquecimento ilícito e a inversão do ônus da prova (o agente público precisará provar a origem das suas posses).

    • 19:12

      Medidas na saúde

      Além de mencionar avanços em São Paulo, Alckmin quer reabrir cerca de 20 mil leitos pelo país que estariam sem uso por problemas com custeio.

    • 19:10

      Moradia e emprego

      O presidenciável tucano foi questionado sobre moradia e associou uma ampliação do programa Minha Casa, Minha Vida com o fomento da construção civil no país, propiciando o aumento do emprego no Brasil.

    • 19:09

      Educação como prioridade

      O ex-governador de São Paulo falou em criar mais vagas em creches para auxiliar as mulheres brasileiras, e também mencionou o que seriam valorizações salariais aos professores paulistas. Como presidente, Alckmin quer usar o Fundeb para aumentar o salário dos professores.

    • 19:07

      Injustiça contra as mulheres e gafe

      Alckmin reconheceu que há um machismo na sociedade brasileira, e para defender o empoderamento das brasileiras ele citou que tem como vice em sua chapa uma mulher, a senadora Ana Amélia (PP-RS). Contudo, ao mencionar a vice, ele trocou o nome dela pelo de Kátia Abreu, vice do também presidenciável Ciro Gomes (PDT).

    • 19:05

      Segurança na pauta tucana

      Citando dados do Atlas da Violência, Alckmin relembra que o país teve quase 63 mil homicídios no ano passado, mas que houve uma redução no Estado de São Paulo, comandado pelo PSDB. O tucano diz que o seu foco será em inteligência, combate ao tráfico de armas e de drogas, e pregou a criação de uma Guarda Nacional Federal, além do estabelecimento de metas para diminuição da violência.

    • 19:03

      Alckmin é o "novo"?

      O ex-governador de São Paulo questiona o que seria o "novo" na política, tão falado na atualidade. Ele apresenta propostas de reforma, como a política e do tamanho do Estado brasileiro. Ele ainda defende uma ação política de alianças em busca de uma maioria.

    • 19:02

      Alckmin fala de corrupção no PSDB e Aécio

      "Quem errou tem que pagar", diz Alckmin sobre os recentes escândalos envolvendo caciques tucanos como o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

       

    • 18:58

      Guilherme Boulos defende indulto para Lula se for eleito

      Guilherme Boulos, coordenador do MTST, durante protesto contra o governo Michel Temer em São Paulo

      Confira como foi a sabatina de Guilherme Boulos do PSOL na Record

      A Record promove sabatina com os candidatos à presidência do Brasil em 2018. Jair Bolsonaro (PSL) abriu os trabalhos na terça (14) e Cabo Daciolo (Patriota) deveria ter participado ontem, mas desistiu em virtude do retiro espiritual que está fazendo. Nesta quinta é a vez do candidato do PSOL, Guilherme Boulos.
      Mostrar mais
    • 18:57

      Cabo Daciolo foi convidado, mas não compareceu à sabatina da Record

      Cabo Daciolo em sessão da Câmara dos Deputados.

      Cabo Daciolo não aparece para sabatina da TV Record

      Após Jair Bolsonaro (PSL) na terça-feira (14), nesta quarta-feira (15) seria a vez do candidato à Presidência da República, Cabo Daciolo (Patriota), ser sabatinado na TV Record. No entanto, o candidato não apareceu para a entrevista marcada.
      Mostrar mais
    • 18:12

      Leia como foi a sabatina de Jair Bolsonaro na terça-feira

      Deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), pré-candidato à presidência do Brasil em 2018, durante evento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) em São Paulo

      Bolsonaro é sabatinado na TV Record

      O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) inaugura nesta terça-feira, na TV Record, a série de sabatinas da televisão aberta com os candidatos à presidência da República.
      Mostrar mais

    Mais:

    Centrão oficializa apoio a Alckmin nas eleições presidenciais
    Em aceno a eleitores de Bolsonaro, Alckmin volta a prometer armas no campo
    Eleições 2018: bate-boca no Twitter aquece briga entre Bolsonaro e Alckmin na direita
    Tags:
    rede record, sabatina, política, Eleições 2018, PSDB, Geraldo Alckmin, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik