09:41 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados patrulham favela do Chapéu da Mangueira, no Rio de Janeiro em 21 de junho de 2018. Quase 2 mil soldados foram empregados em uma operação surpresa do local, como parte da Intervenção Federal.

    Operação com 4 mil militares deixa 8 mortos em favelas no Rio

    © AP Photo / Leo Correa
    Brasil
    URL curta
    8133

    Na manhã desta segunda-feira (20), mais de 4,2 mil militares realizaram operação simultânea nos maiores complexos de favelas do Rio de Janeiro: Alemão, Maré e Penha.

    A ação foi deflagrada pelo Comando Conjunto da Intervenção Federal, que dura até dezembro no Rio de Janeiro. Além dos 4,2 mil militares, 70 policiais civis foram designados para a operação, sendo que o número de policiais militares ainda não foi divulgado.

    A operação resultou em 8 mortos e apreensão de 200 quilos de drogas.

    Os agentes das forças de segurança realizam revistas nos moradores, que têm relatado dificuldades para saírem de suas casas além da recomendação dos próprios militares de que não deixem seus lares.

    Alguns ativistas utilizam as redes sociais denunciando as ações e supostos abusos, como revista de celulares com leitura de mensagens.

    Na sexta-feira (17) ação semelhante foi realizada no Complexo de favelas do Alemão, o que se repetiu no domingo (19). Na ocasião, 4 pessoas foram presas.

    A Intervenção Federal no Rio de Janeiro acontece desde o dia 16 de fevereiro e dura até o final do ano. Ela está sob a direção do Comando Militar do Leste (CML), liderado pelo general do Exército, Walter Souza Braga Netto.

    Mais:

    Fuzis, coletes e veículos: veja a lista de compras completa do Gabinete de Intervenção
    Rio tem 18 tiroteios por dia e aumento do número durante Intervenção Federal
    Controle e intervenção: esterilização forçada e a tutela do Estado sobre o corpo da mulher
    Militares britânicos irão proteger República Sérvia da Bósnia da 'intervenção russa'?
    Tags:
    Intervenção Federal no Rio de Janeiro, Intervenção Federal, Comando Militar do Leste, Walter Souza Braga Netto, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik