22:12 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Bolsanaro e Marina durante debate presidencial da RedeTV.

    Bolsonaro e Marina protagonizam embate sobre direitos das mulheres

    © REUTERS / Paulo Whitaker
    Brasil
    URL curta
    1590

    Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) protagonizaram o momento mais ríspido do debate no debate da RedeTV na noite de sexta-feira (18). Os presidenciáveis discutiram a diferença salarial entre homens e mulheres.

    Bolsonaro iniciou o diálogo ao perguntar se as mulheres deveriam ter direito a portar armas de fogo. Marina retrucou dizendo que não concordava com a posse de armas e levantou o assunto da diferença salarial entre homens e mulheres.

    "Só uma pessoa que não sabe o que é uma mulher ganhar um salário menor que o homem, ter as mesmas capacidades, as mesmas competências, e ser a 1ª a ser demitida, a última a ser promovida, e quando busca emprego, pelo simples fato de ser mulher, não é aceita", disse a candidata da Rede.

    Marina disse que Bolsonaro fazia "vista grossa" para o caso ao dizer que a diferença salarial entre homens e mulheres é vetada pela CLT.

    "Temos aqui uma evangélica que defende o plebiscito para o aborto e a maconha. E agora quer defender a mulher. Você não sabe o que é uma mulher que tem o filho jogado no mundo das drogas", disse Bolsonaro sobre as acusações.

    Marina, com o dedo em riste, disse: "Você acha que pode resolver tudo no grito. Nós somos mães, nós educamos nossos filhos". Ela ainda perguntou: "Você sabe o que a Bíblia diz sobre ensinar as crianças?" e encerrou sua participação dizendo que nos regimes democráticos, o "Estado é laico".

    Pelas regras do debate, Bolsonaro não teria tempo para rebater, mas afirmou no microfone que Marina deveria ler o "livro de Paulo".

    Segundo o IBGE, as mulheres trabalham, em média, 3 horas por semana a mais do que os homens, combinando trabalhos remunerados, tarefas domésticos e cuidados de pessoas. Apesar desta situação, elas recebem apenas, em média, 76,5% do rendimento dos homens.

    Mais:

    Bolsonaro é sabatinado na TV Record
    Bolsonaro demite funcionária fantasma, diz jornal
    Bolsonaro é 'populista' e 'um perigo à democracia', diz Economist
    Palestino diz que Bolsonaro precisa estudar após ameaça de retirar embaixada de Brasília
    Tags:
    Marina Silva, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik