19:40 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestação da ONG Rio de Paz, em São Paulo, chama atenção para a violência contra a mulher, 10 de junho de 2016

    Central de Atendimento à Mulher registra mais de 740 casos de feminicídio no ano

    © AFP 2018 / Miguel Schincariol
    Brasil
    URL curta
    101

    Nos primeiros sete meses deste ano, o Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher, registrou mais de 740 ocorrências relacionadas a feminicídios e tentativas de homicídio contra mulheres.

    Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH), de janeiro a julho de 2018, foram registrados 78 casos de feminicídios e 665 tentativas de assassinatos de mulheres.

    A Central recebeu quase 80 mil relatos de violência de gênero, sendo que cerca de 80% das denúncias foram classificadas como violência doméstica. Agressões físicas representam quase metade (46,94%) dos relatos. E três em cada dez denúncias se referem a violência psicológica.

    Ligue 180 também registra ainda casos de violência sexual, moral, patrimonial, obstétrica, no esporte, cárcere privado, crimes cibernéticos e agressões contra mulheres migrantes e refugiadas, informou Agência Brasil.

    A ligação para o 180 é gratuita e pode ser feita inclusive nos feriados e fins de semana. Os casos de violência também podem ser registrados pelo e-mail ligue180@spm.gov.br.

    Mais:

    Violência contra a mulher é uma 'praga' que precisa ser combatida, diz Papa Francisco
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik