16:13 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Ministra do STF, Rosa Weber

    Rosa Weber toma posse no TSE e comandará eleições

    Fellipe Sampaio / SCO/ STF
    Brasil
    URL curta
    210

    A ministra Rosa Weber tomou posse nesta terça-feira no cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsável pela organização das eleições.

    Ela se torna a segunda mulher a presidir o TSE em mais de 70 anos de criação do tribunal. A primeira foi a ministra Cármen Lúcia, em 2012.

    A ministra fica responsável pela organização das eleições gerais de outubro, cujo primeiro turno será realizado no dia 7 de outubro.

    Rosa Weber, que também é ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), já fazia parte do TSE, no cargo de vice-presidente, e sucedeu Luiz Fux, que concluiu período máximo de dois anos no cargo. O mandato dela irá até agosto de 2020, informou Agência Brasil.

    A ministra tem 69 anos, nasceu em Porto Alegre e fez carreira como magistrada da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul. Antes de ser nomeada pela então presidente Dilma Rousseff para o STF, em 2011, Rosa Weber ocupava o cargo de ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

    Além de Rosa Weber, os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin ocuparão as três vagas destinadas aos membros do STF. Fachin é relator dos processos da Operação Lava Jato, e Barroso preside as investigações envolvendo o Decreto dos Portos.

    O TSE é formado por sete ministros: três oriundos do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ), além de dois membros da advocacia.

    Mais:

    Em meio a eleições perturbadas, será que Brasil pode evidenciar mais um golpe militar?
    Eleições 2018: liderança regional brasileira na América Latina ainda é possível?
    Datena, o outsider da vez nas eleições presidenciais de 2018 no Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik