11:37 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Migrantes venezuelanos seguram de cartazes à procura de trabalho na cidade brasileira de Boa Vista, estado de Roraima, outubro de 2017.

    Justiça fecha fronteira para venezuelanos em Roraima

    © Foto : UNODC
    Brasil
    URL curta
    971

    Decisão da Justiça neste domingo (5) determinou que a entrada imigrantes vindos da Venezuela em Roraima seja suspensa até que seja encontrada uma maneira de levar a população que deixa o país de Nicolás Maduro para outras regiões do Brasil.

    A medida é do juiz federal Helder Girão Barreto, da 1ª Vara Federal de Roraima, e foi noticiada pela Folha de S. Paulo.

    Está suspensa a entrada de venezuelanos na cidade de Pacaraima. 

    O fluxo migratório provocado pela crise econômica e social na Venezuela tem provocado uma queda de braço entre Roraima e o Governo Federal. A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), tem afirmado que Brasília faz pouco para ajudar com o cenário e já chegou até mesmo a pedir o fechamento da fronteira no Superior Tribunal Federal. O pedido, todavia, foi negado.

    Na semana passada, Suely determinou por decreto que os venezuelanos não poderão ser atendidos na rede de saúde e educação do Estado a menos que detenham um passaporte. A medida, na prática, impede que a maior parte dos imigrantes sejam atendidos já que muitos chegam ao Brasil sem documentos.

    O MPF (Ministério Público Federal) e DPU (Defensoria Pública da União) tentaram reverter e a decisão e o Judiciário decidiu suspender a entrada de venezuelanos até que seja alcançando um "equilíbrio numérico" com o encaminhamento dos refugiados para outras partes do Brasil. 

    Mais:

    Venezuela é 'bolha no pé dos EUA': especialista sobre tentativa de atentado contra Maduro
    Por que Maduro decide assumir responsabilidade por crise na Venezuela?
    Guerra econômica na Venezuela tem dias contados, diz vice-presidente
    'Poderosíssimo inimigo pode estar por trás': analistas comentam ataque a Maduro
    Surge VÍDEO da explosão de drone durante discurso de Maduro
    Casa Branca nega envolvimento em tentativa de assassinato contra Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik