20:58 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Janaína Paschoal, advogada da acusação no processo de impeachment de Dilma Rousseff

    Janaina Paschoal declara voto em Bolsonaro

    Lula Marques/ AGPT
    Brasil
    URL curta
    21107

    A advogada Janaina Paschoal afirmou que irá votar em Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais deste ano.

    A declaração de voto foi feita em entrevista compartilhada pelo próprio Bolsonaro:

    "Não é um voto de tiete, não sou ativista. Acho que a gente preservar nossa capacidade crítica é algo saudável, inclusive para a pessoa em quem a gente vota. Qual é a minha grande crítica ao petismo? É que eles endeusaram o Lula. Eu não acho bom endeusar Bolsonaro, como eu não acho bom endeusar [Sergio] Moro", disse Janaina.

    Professora de direito na Universidade de São Paulo (USP), Janaína ficou famosa por sua campanha em favor do impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT). Ela é filiada ao mesmo partido de Bolsonaro, o PSL, e chegou a ser cogitada como vice em uma chapa com o ex-capitão do Exército. A ideia, contudo, parece ter perdido força.

    "No período que antecedeu ao término do prazo para filiação, recebi telefonemas de muitos partidos. Fui convidada a me filiar a partidos que nem imaginava que poderiam me convidar. Eu fiquei muito lisonjeada com tantos convites e fiz questão de atender um a um", disse Janaina em maio.

    Mais:

    Ciro x Bolsonaro? Possível 2º turno preocupa investidores
    Intervenção militar: 'ídolo' de Bolsonaro, general vê semelhanças entre 2018 e 1964
    Após matar bandido, PM 'esnoba' Bolsonaro e se filia a partido de condenado no mensalão
    Eleições 2018: bate-boca no Twitter aquece briga entre Bolsonaro e Alckmin na direita
    MPF multa Bolsonaro em R$ 300 mil por racismo contra comunidades quilombolas
    Tags:
    Jair Bolsonaro, Janaína Paschoal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik