06:00 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Yuan, moeda chinesa

    Brasil e China trocarão experiências na luta contra a corrupção

    CC0 / Pixabay
    Brasil
    URL curta
    971

    Os governos do Brasil e da China trocarão experiências no combate à corrupção, segundo representantes do Ministério da Transparência e do Controle Geral da União do Brasil e da Comissão Nacional de Supervisão (CNS) da China informaram nesta sexta-feira.

    "O objetivo é iniciar debates para o intercâmbio de boas práticas entre os dois países, principalmente na área de prevenção e combate à corrupção, o tema inclui ação internacional, G20, BRICS e cooperação bilateral", disse o Ministério da Transparência do Brasil em uma declaração.

    O G20 é o grupo dos 20 países industrializados e emergentes e o BRICS é o acrônimo do grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

    O acordo ocorreu após uma reunião entre o ministro da Transparência do Brasil, Wagner Rosário, e o diretor-geral da CNS, Yang Xiadou.

    A CNS chinês foi criada este ano e, ao contrário do controle brasileiro, tem poderes de ação sobre o Poder Judiciário e Legislativo, não apenas sobre o Executivo.

    Yang, um dos principais líderes do Partido Comunista Chinês, reuniu-se na quinta-feira com o presidente do Brasil, Michel Temer, e ambos reafirmaram sua afinação, destacando o bom momento das relações bilaterais.

    Mais:

    Especialista: Brasil é moeda de troca na guerra comercial de Trump com China
    Desiludido com a pesquisa científica no Brasil? Então a China quer você
    Representante da Câmara de Comércio explica por que China aposta tanto no Brasil
    Tags:
    colaboração, corrupção, relações bilaterais, BRICS, G20, Yang Xiadou, Wagner Rosário, China, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik