08:00 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Lula da Silva recebe um abraço durante ato com Partido dos Trabalhadores no Rio de Janeiro em 2 de abril de 2018

    Alexande de Moraes nega mais um pedido de liberdade de Lula

    © AP Photo / Leo Correa
    Brasil
    URL curta
    12312

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, negou na noite desta sexta-feira pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Os advogados do ex-presidente ainda podem recorrer ao plenário do STF, informou Agência Brasil.

    Na mesma dacisão, o ministro também rejeitou outro pedido para que o recurso seja julgado pela Segunda Turma da Corte, e não pelo plenário.

    A defesa de Lula recorreu da decisão do relator do pedido de liberdade, Edson Fachin. Na sexta-feira este enviou pedido de liberdade ou prisão domiciliar do ex-presidente para julgamento pelo plenário, e não na turma, como queria a defesa.

    Ao justificar o envio, Fachin disse que a questão deve ser tratada pela Corte por exigir análise do trecho da Lei da Ficha Limpa que prevê a suspensão da inelegibilidade “sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal”.

    A defesa de Lula, em novo recurso ao próprio Fachin, ainda na quinta-feira, afirmou que análise da questão não foi solicitada, e Fachin deve rever sua justificativa.

    Lula está preso desde abril, depois de ser condenado pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4) a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

    Mais:

    Alexandre de Moraes será o relator de recurso de Lula no STF
    Ibope: preso há quase 3 meses, Lula segue líder na corrida presidencial de 2018
    Fachin volta atrás e envia recurso de Lula ao plenário do STF
    Defesa de Lula pede que recurso contra prisão seja julgado amanhã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik