08:06 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia.

    Cármen Lúcia: 'democracia é o único caminho legítimo'

    © Foto : Luiz Silveira/Agência CNJ/ Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    1403

    A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, se pronunciou nesta quarta-feira (30) sobre a greve dos caminhoneiros, classificando-o como um "grave momento" político e social do país.

    Segundo ela a democracia "é o único caminho legítimo" para a o país buscar as soluções de seus problemas.

    "Também as democracias vivem crises. Mas dificuldades se resolvem com a aliança dos cidadãos, e a racionalidade, objetividade e trabalho de todas as instituições, de todos os poderes. A democracia não está em questão […] Não há escolha de caminho. A democracia é o único caminho legítimo", afirmou a ministra ao abrir a sessão da Corte. 

    ​A ministra observou que "o direito brasileiro oferece soluções para o quadro vivido pelo povo", destacando que a sociedade não pode esquecer o passado de "regimes sem direitos".

    "Regimes sem direitos são passado que não se pode esquecer", frisou Cármen Lúcia. 

    Mais:

    Impressionante: greve de caminhoneiros faz poluição cair pela metade em São Paulo
    Greve fez Brasil deixar de arrecadar R$ 4,7 bilhões em tributos, aponta estudo
    TST concede liminar para impedir greve dos petroleiros
    Combustível para protestos: após caminhoneiros, petroleiros também anunciam greve
    Tags:
    democracia, greve de caminhoneiros, caminhoneiros, Cármen Lúcia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik