15:47 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Pecuária brasileira.

    Exportadores de carne comemoram: Brasil está livre da febre aftosa com vacinação

    Fotos Públicas / FMVZ / USP
    Brasil
    URL curta
    130

    O Brasil recebe nesta quinta-feira da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) a certificação de país livre da febre aftosa com vacinação, informou Agência Brasil.

    Os governos federal e estaduais, bem como o setor privado, realizam ações de prevenção, a vacinação nos pastos, a fiscalização nas fronteiras e desenvolveram a rede de laboratórios no país.

    Produtos de Carne
    © Sputnik / Elizabeth Azarova
    Segundo Agência Brasil, a maioria dos estados brasileiros já eram reconhecidos como zonas livre da aftosa com vacinação. Com o novo status sanitário, atribuído pela OIE, a exportação de carne e de animais será facilitada. 

    O último caso de febre aftosa no Brasil foi em 2006, no Paraná e em Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai. Já Em 2007, Santa Catarina recebeu o reconhecimento da OIE como livre de febre aftosa sem vacinação. Esse passa a ser agora o objetivo do país. Brasil pretende retirar a vacinação do rebanho até 2023. Se isso der certo, até 2026 o país buscará junto à OIE a certificação de país livre de aftosa sem vacinação.

    O vírus da febre aftosa é altamente contagioso. O animal afetado apresenta febre alta, ferimentos e pode até morrer. A transmissão pode ocorrer por contato direto com outros animais infectados ou por alimentos e objetos contaminados. A transmissão para seres humanos é raríssima.

    Mais:

    Levantamento do embargo russo à carne brasileira é questão de dias? (EXCLUSIVO)
    Rússia se compromete a avaliar rapidamente a reabertura ao mercado a carne do Brasil
    Brasil pede provas à Rússia de presença de estimulantes na carne brasileira
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik