08:51 22 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Ação da PF na Polícia Legislativa do Senado

    PF executa operação contra crimes de ódio a minorias praticados pela internet

    José Cruz/ Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    134

    A Polícia Federal (PF) executou nesta quinta-feira (10)uma operação que visa combater os crimes de racismo, ameaça, incitação e terrorismo praticados pela internet.

    Segundo a PF, os supeitos indiciados incitavam a prática de crimes como estupro, assassinato de mulheres e negros, bem como atos de terrorismo, através de sites e fóruns na internet. 

    A ação intitulada Operação Bravata prendeu uma pessoa em Curitiba, e há outros oito mandados de busca e apreensão em cinco cidades brasileiras. O alvo da prisão preventiva é Marcelo Mello, que, segundo o juiz federal Marcos Josegrei, da 14ª Vara Federal de Curitiba, estimula "ódio contra minorias, mulheres, homossexuais, raças, entre outros".

    "Marcelo reiteradamente estimula o ódio, o preconceito, ofende a minorias, mulheres, homossexuais, raças, entre outros, bem como estimula os leitores de suas postagens a atuar da mesma forma", afirmou Josegrei em decisão judicial, divulgada pelo G1.

    "Por ocorrem em ambientes virtuais, [as publicações] atingem um indefinido número de pessoas, tornado imensurável a extensão dos danos. Ofendem a dignidade humana, igualmente reconhecida como direito inalienável e protegida por garantias constitucionais", acrescentou o juiz federal. 

    A Operação Bravata (que significa intimidação) é um desdobramento da Operação Intolerância, realizada em 2012, que mirava os mesmos crimes de incitação ao ódio através das redes sociais. A polícia constatou que os suspeitos da operação atual têm envolvimento com os que foram condenados em 2012. 

    Tags:
    preconceito, ódio, racismo, crimes de ódio, Polícia Federal, Curitiba, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik