04:42 26 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Michel Temer

    Mulher de coronel pagou despesas de obra de filha de Temer, diz jornal

    Marcelo Camargo/FotosPúblicas
    Brasil
    URL curta
    5 0 0

    Obras na casa da psicóloga Maristela Temer, filha do presidente Michel Temer (MDB), foram pagas em dinheiro vivo pela esposa de um dos amigos do emedebista que foi preso no mês passado, durante a Operação Skala da Polícia Federal (PF).

    Segundo informações publicadas nesta quinta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel João Baptista Lima Filho – amigo de Temer –, fez os pagamentos em espécie à Ibiza Acabamentos, uma das empresas que entregaram material na residência de Maristela, em Pinheiros, bairro nobre de São Paulo.

    A entrega dos recursos foi confirmada pelo dono da empresa, apesar do recibo no valor de R$ 12.400 estar no nome da filha de Temer. De acordo com a publicação, os investigadores acham o fato relevante, sobretudo por delações da JBS apontarem repasses de propina ao coronel em data próxima ao pagamento da obra na casa da filha do presidente.

    Preso no dia 29 de março na Operação Skala, que apura um esquema de corrupção que supostamente beneficiaria empresas do setor portuário em troca da renovação de concessões públicas, o coronel Lima manteve o silêncio ao ser indagado pelos investigadores. Chamada a depor, a sua mulher fez o mesmo.

    Procurada pela Folha para comentar o assunto, a assessoria de Temer informou que os questionamentos sobre a reforma seriam respondidos pela defesa de Maristela. Esta, por sua vez, afirmou que só prestaria esclarecimentos à PF, se for chamada para explicações. Já o coronel e sua esposa negaram qualquer ilegalidade.

    Mais:

    Planalto diz que 'autoridades' tentam tirar Temer da vida pública
    Temer diz que país vive 'momento político difícil'
    Tags:
    política, corrupção, suborno, propina, portos, Operação Skala, Polícia Federal, Ibiza Acabamentos, Maria Rita Fratezi, João Baptista Lima Filho, Maristela Temer, Michel Temer, São Paulo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik