07:51 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Ex-presidente Lula com a senadora curitibana Gleisi Hoffmann, do PT

    'Não vamos sair daqui enquanto não sairmos com o Lula', diz Gleisi Hoffmann

    Ricardo Stuckert
    Brasil
    URL curta
    Lula preso na PF de Curitiba (18)
    13146

    A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, declarou neste domingo (8) que espera que a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, mantenha o seu entendimento contra a prisão após a condenação em segunda instância.

    Gleisi participa, junto com apoiadores de Lula, da vigília nas proximidades da superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. 

    "Espero que o STF cumpra o seu papel, a ministra Rosa Weber cumpra com a palavra. E o STF bote pra votar a questão da decisão da condenação em segunda instância. Não vamos sair daqui, enquanto não sairmos com o Lula", disse Gleisi.

    Lula se apresentou com mais de um dia de atraso do prazo dado pelo juiz Sérgio Moro, que havia determinado que o ex-presidente comparecesse à sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba até às 17 horas da última sexta-feira.

    Lula decidiu permanecer no sindicato e negociou com a PF que se apresentaria após a cerimônia ecumênica de um ano da morte da ex-primeira dama Marisa Letícia. O ex-presidente participou da cerimônia e fez um discurso em que anunciou que iria se apresentar à sede da Polícia Federal, em São Paulo.

    Tema:
    Lula preso na PF de Curitiba (18)

    Mais:

    Bombas disparadas pela PF contra manifestantes pró-Lula deixam 8 pessoas feridas (FOTOS)
    Lula desembarca em Curitiba e segue para sede da Polícia Federal
    Manifestantes bloqueiam entrada de Aeroporto para impedir prisão de Lula
    Lula deixa Sindicato a pé e se entrega à Polícia Federal
    Tags:
    prisão de lula, condenação, prisão, Gleisi Hoffman, Luiz Inácio Lula da Silva, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik